85 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade

Foi dada a largada.

Tite e suas principais estrelas já começam a amarrar contratos milionários para a Copa de 2018. Com o aval do presidente da CBF, Marco Polo del Nero, eles estão liberados para fechar contratos com quem acharem interessante. Mesmo se forem produtos concorrentes dos patrocinadores da entidade.

Neymar será outra vez quem faturará mais com o Mundial. Em 2014, tinha contrato com 16 empresas. E fez propagandas para 12 durante o Mundial. Atualmente segue com Nike, Gillette, Red Bull, GaGá, Beats, Replay, Listerine, Heliar. Além delas, deverá fazer várias outras campanhas durante o torneio na Rússia.

Acaba de fechar com o Café Pilão e o McDonald's para a Copa. Já somam dez empresas garantidas. Há a divisão entre campanhas internacionais e nacionais. A cerveja Proibida e os suplementos Sidney Oliveira também negociam para o Mundial. Ele segue aberto a outras negociações.

A expectativa do mercado publicitário é que Neymar possa representar até vinte marcas em 2018. Sua imagem vai dominar as telas brasileiras.

129 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade
Foi dada a largada.

Há uma diferença fundamental. Seu cachê está muito mais alto do que no Mundial no Brasil. O fato de estar consolidado como uma grande estrela internacional, o terceiro melhor do mundo, só abaixo de Cristiano Ronaldo e Messi, e ainda ser atleta mais caro do planeta, custou R$ 820 milhões para o PSG, valorizou demais qualquer negociação.

Em 2016, a conceituada revista Forbes mostrou. Neymar foi o atleta com menos de 25 anos a ganhar mais dinheiro em todo o mundo. Ele chegou a 37 milhões de dólares, R$ 123 milhões. US$ 22,5 milhões, cerca de R$ 73,4 milhões, só com publicidades. A perspectiva neste ano é que fature mais de 45 milhões de dólares, R$ 150 milhões, no total. Entre salários e publicidade.

7 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade

2018, no entanto, será seu ano.

Chegará a 50 milhões de dólares de faturamento, R$ 167 milhões.

Com 60% desse valor em publicidade, cerca de R$ 100,2 milhões.

Quebrará seu próprio recorde.

Nenhum brasileiro jamais ganhou tanto com publicidade em toda a história.

Nem mesmo Pelé.

Se a Seleção for campeã, poderá receber muito mais.

Neymar aprendeu com Ronaldo Fenômeno que não há limites para publicidade. E que não precisa ficar preocupado com a superexposição. Ele trabalharam juntos na 9ine, agência de marketing de Ronaldo. Mas logo, Neymar percebeu que poderia andar com as próprias pernas. Abandonou a parceria. Mas aprendeu a lição com Ronaldo: quanto mais dinheiro, melhor.

Abandonou a 9ine, do ex-jogador e comentarista da Globo, depois do Mundial. Aprendeu com Messi, no Barcelona, a não precisar do auxílio de ninguém para vender sua imagem.

E em março de 2014, as publicidades que tinham Neymar como estrela fora vista 578 vezes na televisão brasileira. A média de 500 inserções comerciais por mês foi mantida até a derrota por 7 a 1 para a Alemanha. É normal as empresas amarrarem suas propagandas enquanto o Brasil tiver chance de ser campeão.

214 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade

Não custa lembrar. O PSG desembolsa R$ 374 mil por dia só com salários para Neymar. É o que informa o jornal alemão Der Spiegel, que teve acesso a documentos do acordo entre as partes por meio do Football Leaks. Segundo a publicação, Neymar embolsará R$ 137 milhões por ano com seu novo contrato. Fora bônus por objetivos alcançados. A classificação do PSG para as oitavas da Champions, por exemplo, valeu um milhão de euros, livre de impostos, para o atacante, mais R$ 3,9 milhões.

No Mundial do Brasil, 12 jogadores e mais Felipão tinham acordo publicitário com 45 empresas. Mesmo com a vergonhosa campanha, muitos atletas daquele time fracassado ganharam um bom dinheiro.

Para o Mundial da Rússia, Tite já está se virando. Fechou contrato com a Samsung e Faculdade Maurício de Nassau. Analisa, no momento, cerca de cinco novas propostas. Ele só tem um veto. Não fará, de maneira alguma, propaganda de bebida alcoólica. Não repetirá o que Dunga e Felipão fizeram. Além do mais, não se sujeitará a publicidades que o exponham ao ridículo, como fez Lazaroni, em 1990, tentando convencer um guarda que era treinador da Seleção Brasileira.

Zagallo foi o percursor dos treinadores a ganharem dinheiro com publicidade na televisão, em 1974.

Depois de Neymar e Tite, Gabriel Jesus deverá ser o jogador mais procurado por agências publicitárias. Ele já fechou acordo com a Vivo, assim como o volante Paulinho. O jovem atacante também tem sondagens de outras empresas. Devido à crise econômica, as empresas estão deixando para fechar seus contratos mais próximos do Mundial.

316 1024x709 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade

Com o 7 a 1 e as denúncias de corrupção, a entidade perdeu quatro patrocinadores em relação à Copa de 2014. Coca-Cola, Sadia, Chevrolet e McDonald’s não quiseram renovar com a entidade. Ela segue com dez: Nike, Itaú, Vivo, Ambev, Mastercard, GOL, Ultrafarma, English Live, Cimed e Universidade Brasil. Mesmo com o constrangedor julgamento do ex-presidente José Maria Marin, nos Estados Unidos. E com as diversas acusações a Marco Polo del Nero.

Os patrocinadores ficaram porque consideram a Seleção excelente investimento.

Com o Mundial no Brasil, a CBF faturou R$ 359,4 milhões só com patrocínios.

Pelé também não tem do que reclamar.

Em 2014 ganhou R$ 52 milhões com publicidade.

Tanto CBF quanto Pelé esperam mais dinheiro na Rússia.

A Copa do Mundo é uma festa...
65 Com a Copa de 2018, Neymar faturará R$ 100 milhões. Só com publicidade

http://r7.com/bcmr