vasco.com .br  Carlos Queiroz e Roberto Dinamite. Quando a fome encontra a vontade de comer...
Ser comparado a um banana é um passo em direção ao divã do psicólogo...

Principalmente quando a pessoa é o maior ídolo da história...

E ainda presidente do clube...

Roberto Dinamite, apesar de ser deputado estadual pelo PMDB, não tem sangue de barata...

Ele cansou de sorrir amarelo...

Passar vergonha...

Dar vergonha...

Se o Vasco perder hoje para o superfavorito Flamengo, terá o pior início de Carioca desde a sua fundação...

Quatro derrotas seguidas, um vexame inigualável...

Principalmente para quem era visto como o antídoto para Eurico Miranda...

Que um dia foi expulso das tribunas de São Januário e prometeu voltar como presidente...

Para quê?

Para aumentar a dívida do clube e montar um time que é motivo de piadas?

Ter no elenco jogadores que não se levam a sério?

Que não conseguem o elementar de um jogador profissional que é entrar em forma?

E Dinamite de braços cruzados...

Que presidente é esse?

Como a musiquinha cantada pela oposição ontem: o presidente que o Flamengo quer no Vasco...

Depois da demissão de PC Gusmão, Roberto precisava de uma guinada...

Ele se lembrou do encontro agradável que teve com Carlos Queiroz no Futcom de Carlos Alberto Parreira.

O ex-técnico da Seleção Portuguesa fez o que se espera de 99% dos estrangeiros que vão ao Rio de Janeiro...

Se disse apaixonado pela cidade e se declarou flamenguista...

Mal sabia ele que quase dois meses depois seria convidado para assumir o Vasco...

E que estaria muito disposto a aceitar...

Queiroz é um nômade...

Ganhou notoriedade ao conquistar o Mundial sub-20 com Portugal...

Portugueses campeões do mundo: façanha inédita...

No futebol, o país tem com um complexo de vira-latas muito maior do que o descrito por Nelson Rodrigues...

Pelo feito, Queiroz quase foi beatificado...

Teve curta passagem pela seleção principal portuguesa, não se firmou...

Depois teve uma vida nômade...

Foi para os Estados Unidos...

Japão...

Emirados Árabes...

África do Sul...

Acabou auxiliar de Alex Ferguson no Manchester United...

E substituto de Vicente del Bosque no Real Madrid...

Fracassa...

Volta para Ferguson...

Em 2008, substitui Luiz Felipe Scolari na Seleção Portuguesa...

Foi um fardo enorme que culminou com brigas imensas com a impresa...

E o fracasso na Copa da África do Sul...

Demitido, esperava uma oportunidade...

Pensava na Europa, em Portugal...

Mas os convites não vieram...

Chegou o do Vasco da Gama, Rio de Janeiro, Brasil...

Um chance de ouro para recuperar a moral perdida com uma sucessão de frustrações...

Conselheiros de Dinamite fizeram questão de espalhar que ele já aceitou a proposta vascaína...

E que chegará no Rio de Janeiro entre hoje e amanhã...

Talvez até esteja no Engenhão para acompanhar o clássico contra o Flamengo...

Tomara...

O Vasco está precisando de uma reformulação, uma guinada no rumo...

Quarta força entre os grandes cariocas...

Medo dos conselheiros de novo rebaixamento no Brasileiro...

O clube e seus torcedores não merecem o time que têm...

Dinamite precisa de Carlos Queiroz...

Carlos Queiroz não pode viver de um título conquistado em 1991, há 20 anos...

A situação se encaixa...

Essa investida de Dinamite não é a de um banana...

É de um presidente ousado, inteligente...

Tudo que ele não estava sendo desde que perdeu bobamente Dorival Júnior...

O futebol brasileiro anseia pelo gajo...

E o vascaíno reza pelo fim dos vexames...

Para que não precise olhar mais com uma ponta de inveja para flamenguista, tricolor ou botafoguense...

Dói demais ver a festa no quintal do vizinho...

O Vasco não nasceu para isso...

(Para os dois, infelizmente, Carlos Queiroz não teve coragem.

Disse não.

A odisséia vascaína continua...)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/i4cz