divulgação341 Carlão Barreto doping de Chael Sonnen fez bem para a credibilidade do UFC...

Carlos Barreto foi um dos melhores lutadores de MMA que o Brasil já produziu.

Depois, virou árbitro internacional, organizador, comentarista.

Uma referência do país no MMA.

Em entrevista exclusiva, ele explica o que significa o doping de Chael Sonnen na luta contra Anderson Silva.

Revela o quanto Anderson mudou depois da luta contra o Demian Maia.

E dá a notícia mais esperada pelos fãs: UFC voltará mesmo ao Brasil.

Em 2012...

Mais precisamente em São Paulo...

Carlão, vamos direto ao assunto: o que você achou do doping do Chael Sonnen?

Reafirmou a seriedade do MMA, do UFC.

Não houve qualquer proteção, favorecimento por ele ser americano.

Foi pego e hoje o mundo inteiro sabe que estava dopado.

O UFC poderia ter mantido a situação de forma interna.

Mas fez questão de mostrar para os fâs do esporte que um dos top five usou substâncias proibidas.

Fica uma lição que o MMA é um lugar hoje para atletas de pontas.

Que treinam meses e meses por uma luta,.

A Comissão Antidopagem é rígida e a mais moderna do mundo.

É o futuro do esporte que está em jogo em cada exame.

O Chael iria ter a revanche com o Anderson.

Não terá mais.

Sei que ele será seriamente punido.

E merece. Não tem cabimento uma atitude dessas.

O MMA saiu fortalecido, foi um aviso a todos.

Quem for fraco e cair nesta tentação do doping será pego.

Você não estranhou a maneira com que ele dominou o Anderson?

- Sim. Agora tudo se explica.

A facilidade com que ele aplicava as quedas.

Sua força era desproporcional, aumentada artificialmente.

E mostrou o poder de superação de Anderson Silva.

Mesmo contra um dos melhores wrestlers do mundo na sua categoria, dopado, machucado, ele ainda ganhou.

Você não acha que o Anderson não deveria ter lutado já que estava machucado,  com a costela fissurada?

- Acho que ele foi uma pessoa até responsável demais.

O Anderson tem a noção de tudo o que cerca o esporte.

E a frustração mundial que seria o adiamento da sua aguardada luta.

Ele teve uma postura de guerreiro.

Enfrentou o Chael mesmo machucado, com dores.

Mostrou todo o seu talento e ganhou ainda a luta.

O resultado foi espetacular ainda mais depois desse doping, que me entristece muito.

O MMA não tem lugar para lutadores que se dopam.

Você acha que o Anderson tomou essa atitude depois do que ele fez com o Demian Maia?

- Essa luta foi o maior erro do Anderson e do Demian também.

Porque eu quero ser justo: o Demian falou algumas bobagens desnecessárias.

A luta era entre dois brasileiros campeoníssimos, eles deveriam ter se respeitado.

O Anderson abusou na hora da luta.

Ele reconhece isso agora.

Foi uma lição na vida dele.

O Anderson é um lutador, uma pessoa muito honrada.

Mas é humano.

Errou e reconheceu o erro publicamente.

Sua postura mudou depois daquele combate.

E acredito que não há motivo para os praticantes do jui-jítsu ficarem contra o Anderson.

Ele não queria atacar o jui-jítusu, mas o Demian.

Graças a Deus tudo já foi superado.

Os dois vão continuar no esporte.

O Damian tem um grande talento.

E o Anderson é esse absurdo...

Não fuja, Carlão...

Quem vence: Anderson Silva ou Victor Belfort?

- Só isso?

Você quer complicar a minha vida.

Os dois são excelentes lutadores e muito meus amigos.

O Victor tem um boxe sensacional e uma explosão impressionante.

O Anderson tem o talento natural, o dom.

Ele nasceu para lutar.

E é imprevisível, pode aplicar todo tipo de golpe em uma luta.

Fora os que ele aprendeu, os que inventa.

O favorito natural dessa luta é o Anderson pelo momento.

Mas eu acho, de coração, um confronto imprevisível.

Todos querem ver esse tira-teima.

Eu também.

Apesar de saber que vou ficar triste por quem perder.

Mas o mundo do MMA é assim...

Você acredita que o nocaute que o Lyoto Machida levou do Shogun foi duro demais?

Haverá consequências, traumas?

Ele será o mesmo lutador?

- É sempre duro um nocaute para quem o leva.

A personalidade precisa ser forte.

Mas o Lyoto tem uma base familiar sensacional.

Seu pai é lutador, sua esposa só lhe dá força.

Seu irmão...

Tenho certeza de que ele voltará melhor do que antes do nocaute.

Já deve ter estudado a luta várias vezes e viu onde errou.

Seu ponto fraco.

E ele não perdeu para qualquer um.

Ele foi derrotado pelo Shogun que é um fenômeno.

Acredito em um retorno de altíssimo nivel do Machida.

Terá pela frente o Rampage Jackson, ex-campeão do UFC.

Será um enorme desafio, mas o Lyoto vai voltar e mostrar de novo porque é um dos melhores do mundo.

Aliás, quem é o melhor lutador do mundo?

- São três: o Anderson, o George Saint-Pierre e o Fedor.

Aliás, quero mandar um grande abraço ao Verdum pela vitória sensacional contra o Fedor.

Os brasileiros são incríveis.

Por que isso, Carlão?

- Pela miscigenação das raças.

Pelo amor que temos pela competição, pelo esporte, pelo futebol, pelas lutas.

Nascemos para lutar.

Quero dizer que não há nenhum favorecimento ao Brasil no MMA.

É puro talento.

Vários países tentam impor seus lutadores e não conseguem, mesmo sendo mais fortes economicamente.

E como no futebol, não paramos de produzir craques.

Não dá para falar nesse menino, o Charles do Bronx.

Ele terá uma carreira sensacional, pode escrever.

Carlão, você sabe todos os bastidores do UFC.

Quando ele vai voltar ao Brasil?

- Olha, conversei com o presidente do UFC, o Dana White.

E a prioridade em 2011 será o mercado asiático.

Por isso vendeu 10% do UFC para um sheik árabe (Tahnoon Bin Zayed Al Nahyan).

Ele quer dominar o mercado asiático com a ajuda do sheik.

Mas eu tenho uma boa notícia para você e para quem gosta do MMA...

Boa, não.

Maravilhosa...

Qual?

- Em 2012 o UFC voltará ao Brasil.

O UFC 17 aconteceu em outubro de 1998, em São Paulo.

Depois de tantos anos voltará com a grandiosidade atual.

Será um evento para parar o mundo.

O esporte evoluiu demais, os americanos sabem como fazer marketing.

Transformaram o UFC em um fenômeno mundial.

E vou antecipar que se o Rio de Janeiro terá Olimpíada e final de Copa do Mundo...

São Paulo vai ficar com o UFC.

Será um evento espetacular.

Virão os melhores do mundo.

Fico muito orgulhoso em dizer que o nosso país terá esse evento.

Quantos países ricos tentam e não conseguem?

A organização será sensacional.

Quem viver, verá...

Veja mais:

+ Tudo sobre esporte no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/fQd3