gettyimages221 Boa viagem a Nova York, Sandro Meira Ricci. Aproveite. Ainda dá tempo para apitar a última rodada do Brasileiro. Olha que bom...

Bem-vindo ao mundo da fantasia.

Sandro Meira Ricci é considerado pela Comissão de Arbitragem como um dos melhores juízes do país.

Talvez até o melhor.

Com potencial para ser o árbitro do Brasil na Copa do Mundo de 2014.

Para o presidente Sérgio Correa, ele tem todos os atributos para substituir Carlos Eugenio Simon, que está se aposentando.

O apoio é forte, total, irrestrito.

Substituir o homem que bateu o recorde apitando três Copas do Mundo seguidas.

Que potencial...

Que personalidade...

Que conhecedor das regras...

Tudo perfeito.

Se é assim, como esse novo fenômeno da arbitragem ficará de fora da antepenúltima e da penúltima rodada do Brasileiro?

Como a Comissão de Arbitragem pôde liberá-lo para uma viagem aos Estados Unidos ontem?

Abrir mão do seu mais promissor árbitro por dez dias?

Logo depois de tudo o que aconteceu no Pacaembu entre Corinthians e Cruzeiro?

Após Sérgio Correa elogiar sua atuação e garantir que não há motivo para punição alguma...

Essa viagem mal-explicada, fora de contexto, sem a mínima lógica explica muita coisa.

Sandro Meira Ricci está sendo preservado.

Sem ser punido, ficará fora de jogos importantíssimos, fundamentais à decisão do Brasileiro.

Com a desculpa de que o funcionário público tinha de ir para Nova York.

Como se duas semanas fossem suficientes para todos esquecerem o que aconteceu no Pacaembu.

Até lá, a voz de Zezé Perrella e de quem viu como o Cruzeiro foi prejudicado vai perder a força.

Como se tudo seguisse uma cruel rotina.

Ledo engano, Sérgio Correa.

Nem se o seu protegido tivesse viajado para Marte.

E ficasse dez anos fora.

Ninquém vai esquecer a maneira que o "árbitro mais promissor do Brasil" conduziu Corinthians e Cruzeiro.

Os impedimentos, as faltas não marcadas, o ângulo em que ele estava quando marcou o pênalti em Ronaldo.

Nova York não foi providencial como você pensa, Correa.

Se há mesmo tanta confiança no "novo Simo" e ele fez uma partida "impecável", por que não colocá-lo para apitar de novo neste fim de semana?

Talvez Vitória e Corinthians?

Ou Cruzeiro e Vasco?

Por que não?

Aí sim, a Comissão de Arbitragem mostraria ter mesmo confiança em Sandro Meira Ricci.

Liberá-lo para Nova York mostra justamente o contrário.

E faz até quem tem dois neurônios, como eu, pensar.

Por que abrir mão do melhor árbitro brasileiro da atualidade?

Aquele que poderá ser o escolhido para trabalhar na Copa de 2014?

Como?

Talvez fosse melhor ser um pouco mais ingênuo.

Acreditar em Papai Noel, no Coelho da Páscoa.

De qualquer maneira, boa viagem, Sandro Meira Ricci.

Aproveite os shows da Broadway...

Visite a Estátua da Liberdade...

Passeie por Times Square...

Enquanto isso, por aqui, o Corinthians usufrui da liderança que conseguiu graças ao jogo do Pacaembu.

E o Cruzeiro pena pela "arbitragem perfeita" do sábado.

Mas isso não é problema seu.

Você não foi punido, foi até elogiado por Sérgio Correa.

Aproveite essas duas semanas nos States.

Quando voltar, tudo terá ficado para trás.

Brasileiro não é mesmo um povo bonzinho e sem memória?

Daqui duas semanas, será a última rodada do Brasileiro.

Quem sabe você não poderá voltar a tempo e apitar, por exemplo, Goiás e Corinthians?

Essa é a minha modesta sugestão...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/xkBo