1 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

Michael Beale ficou cinco anos trabalhando na base do Liverpool. Ele foi convencido por Rogério Ceni a acompanhá-lo. Deixou a Inglaterra, atravessou o Oceano Atlântico. Veio com a esposa, um filho de cinco e outro de três anos. Se mudou para um condomínio fechado em Alphaville. Sua família estava completamente adaptada à cidade. Estava preparado para ficar anos como auxiliar técnico no São Paulo, tricampeão mundial.

Aos 36 anos, ele é apaixonado por estratégia. Escreveu nove livro sobre tática de futebol. Aprendeu no Liverpool que futebol é algo sério. Exige planejamento, palavra, honra. Comprometimento.

Por isso não suportou o desmanche, a falta de planejamento básico, a ganância irrefreada de Leco e de Vinicius Pinotti. Os dois transformaram o São Paulo em um balcão de negócios. Jogadores são vendidos sem levar em consideração o treinador. Beale sabe, melhor do que muita gente, o sofrimento de Rogério Ceni. O quanto ele está desmoralizado, sem a menor condição de montar uma equipe, entrosá-la com força suficiente para buscar uma vaga para a Libertadores, meta de 2017.

5 1024x681 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

Com uma ansiedade digna de dar inveja aos herdeiros de Samuel Klein, os donos das Casas Bahia, Leco e Pinotti já conseguiram R$ 181 milhões em vendas de atletas em 2017. A previsão, feita pela própria diretoria, era que R$ 60 milhões seriam suficientes para o ano. Só que a tentação do dinheiro falou mais alto.

Vale detalhar nome por nome e valor. Thiago Mendes foi para o Lille por R$ 34 milhões. Luiz Araújo, que também desembarcou no mesmo clube, rendeu R$ 37,7 milhões, David Neres, R$ 45 milhões, Ajax; Maicon, R$ 26,4 milhões, Galatasaray; Lyanco, R$ 22,6 milhões, Torino; Luisão, R$ 3 milhões, Porto; Galvan, R$ 3,8 milhões.

2 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

A gota d'água da demissão de Beale foi a saída de Thiago Mendes. Ele foi testemunha da conversa de Rogério Ceni com Leco. O Lille já o queria levar quando comprou Luiz Araújo. O britânico acreditou que o presidente teria ouvido Ceni. E impedido a saída do meio campista, como o treinador havia implorado. Só que nada disso. Leco queria apenas que os franceses aumentassem a proposta. E despachou o jogador.

Para piorar a situação, Beale sabe que Rodrigo Caio, Cueva e Lucas Pratto podem sair. Bastam surgir propostas interessantes. Assim como qualquer jogador do elenco são paulino.

O inglês percebeu o quanto é insano o que acontece no Morumbi. E pediu demissão sem o menor constrangimento. Vai procurar um lugar onde o planejamento seja respeitado. E recomendou que Rogério Ceni, de quem se tornou muito amigo, fizesse o mesmo. Ele tem certeza que a carreira do treinador, que está no início, pode ser profundamente afetada com essa ganância incontrolada de Leco e Pinotti.

E que nada adianta trazer Petrus, Jonatan Goméz e Arboleda. Alguém precisa explicar aos dirigentes do São Paulo que jogador não é escova de dente. Acabou, compra uma nova. Há entrosamento, dinâmica de jogo, adaptação ao time, ao país, ao treinador. Isso leva tempo. O clube está a um ponto da zona do rebaixamento.

Cansado de tanta incompetência e insanidade, Beale fez as malas e avisou que estava indo embora. Para a imprensa e torcedores, a versão oficial é que 'sua família não se adaptou'. Se fosse divulgado que o inglês resolveu voltar para a Inglaterra por não conseguir comprar ingressos para o U2, daria no mesmo. Ele sabe a versão verdadeira de sua demissão. Assim como Rogério Ceni, amigo em quem confiou e que o colocou no meio desta gestão inconsequente de um clube tricampeão mundial.

Mas o que fazer para desviar o foco do vexame da demissão do inglês? Criar um fato novo para agradar a imprensa. E o que fez Leco? Outro absurdo. Detalhou a secreta multa em caso de demissão de Rogério Ceni.

Leco revelou ao globoesporte. A fórmula foi criada pelo próprio Ceni. Depende do desempenho da equipe. A meta estipulada, sugerida pelo técnico, é a média dos aproveitamentos de Juan Carlos Osorio (51%), Edgardo Bauza (46,5%) e Ricardo Gomes (42,5%). Se o São Paulo decidir mandar Rogério embora e ele tiver aproveitamento de 47% ou mais, receberá R$ 5 milhões. Se for abaixo, não ganhará nada.

3 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

Ou seja, na prática o que o próprio Leco e seu auxiliar Pinotti estão fazendo é sabotar Ceni. O São Paulo já acumula fracassos o Paulista, na Copa do Brasil, na Sul-Americana. Três eliminações seguidas. Agora, no Brasileiro, última chance de o clube chegar à Libertadores, Leco e Pinotti comanda um insano desmanche. O que leva o treinador a ter aproveitamento só de 35,7%.

Se Ceni for demitido hoje, sai sem um centavo de multa.

Leco atingiu o pico do absurdo ainda ironizou Ceni. Deixou claro que está sendo magnânimo em segurá-lo como técnico, apesar dos fracassos.

"Naturalmente, com três eliminações e essa situação (a um ponto da zona do rebaixamento no Brasileiro), o técnico já teria ido embora. Esse é o natural. No caso dele, não se cogitou. Em nenhum momento", diz o presidente.

Leco usa Rogério Ceni como escudo.

Por ser o maior ídolo da história do São Paulo.

Mas o massacra, o expõe, o humilha.

Com o desmanche e não levando em consideração o que fala.

O São Paulo enfrenta o Flamengo amanhã no Rio de Janeiro.

4 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

Uma derrota pode jogar o clube na zona do rebaixamento.

Ceni está abalado pela inesperada saída de Beale.

Cada vez mais pressionado.

Desconfortável, vexado pela campanha pífia como técnico.

Sabe que é sabotado.

Sua confiança, que muitos consideram arrogância, ficou no passado.

Hoje ele é um homem perdido.

Ocupa um cargo importantíssimo sem estar devidamente preparado.

Não cumpriu a palavra e se formou treinador antes de assumir.

É um novato.

E desprestigiado por dirigentes de atitudes insanas, gananciosos.

Cujos reflexos atingem diretamente o time, o treinador.

Beale teve dignidade.

Sem condições de trabalho, foi embora.

Resta saber o que fará Rogério Ceni.

Seu auxiliar inglês acabou com a farsa.

A frase que mais ecoa no São Paulo de Leco e Pinotti.

"Quer pagar quanto?"

(Beale desmoralizou quem tentou atribuir a sua saída à falta de adaptação de sua família a São Paulo. Fez um post caprichado. Ele não ficou porque teve vergonha na cara. Não se submeteu a este balcão de negócios que o São Paulo virou. Aqui, o post. "Agora – é hora de agradecer muito ao São Paulo Futebol Clube.

Eu fiz muitos amigos no Brasil – dentro do SPFC e fora do clube.

O povo do Brasil tem sido maravilhoso comigo e minha família e só podemos agradecer a todos.

Minha esposa e filhos adoraram a nossa estadia aqui no Brasil e ficaremos mais alguns dias antes de tomar uma decisão sobre o nosso futuro. Não é verdade que estamos infelizes vivendo aqui, tivemos uma experiência maravilhosa.

A decisão foi tomada por razões pessoais que permanecerão privadas entre mim e a administração do clube. Um grande clube merece um enorme respeito e comportamento profissional. Eu não vou quebrar meu relacionamento com o clube falando por fora. Aqueles que o fazem, trabalham abaixo do nível deste ótimo clube.

Isto é importante lembrar nestes momentos em que as pessoas procuram problemas que não existem. Não tenho palavras ruins para dizer. Eu não estou indo embora por causa de uma discussão ou porque eu tenho um novo clube.

A verdade é que meu relacionamento profissional com o Rogério é excelente. Rogério é meu grande amigo e desejo-lhe um ótimo futuro.

Meu relacionamento com os jogadores foi muito bom. Sem argumentos, sem problemas, apenas boas memórias e muitos amigos. Foi um prazer trabalhar com os jogadores todos os dias.

O clube tem muito potencial. Cotia abriga uma fundação maravilhosa ao clube e eu desejo felicitar os treinadores nesta base pelo excelente trabalho. Este é o futuro do São Paulo e é o que trará o clube de volta à sua posição como o maior do Brasil.

Torcedores wow… você é incrível. Obrigado por suas mensagens.

Não tenho palavras pra descrever o respeito que tenho por todos vocês. Você merece sucesso e felicidade no futuro...")
6 1024x576 Auxiliar inglês não suportou o insano desmanche no São Paulo. E nem ver Rogério Ceni ser desrespeitado. Para piorar, Leco deixa público. Caso o time continue fracassando, Ceni não terá direito a um centavo de multa, se for mandado embora...

http://r7.com/SbSw