1reproducao7 1024x640 As vaias que recebi foi sinal de respeito. Vieram dos flamenguistas, tristes pelos gols que marquei contra eles. Depois me aplaudiram. A minha hora chegou. Tanto no Corinthians como na seleção. E não vou deixar escapar. Promessa de Alexandre Pato...
Brasília...

Ramires, Bernard e Maicon ganharam muita moral com Felipão.

Mas o jogador mais feliz com a goleada foi Alexandre Pato.

Mesmo com Jô marcando dois gols.

O atacante corintiano mostrava empolgação, segurança.

Sabia que agradou.

Está claro que está vivendo novo momento.

Não pelo gol contra os australianos.

Mas pela maneira com que está jogando.

Tendo a presença de área que se espera de um grande atacante.

Alguém comprado por R$ 40 milhões.

No Corinthians e na seleção.

Com sorte consegui falar com ele após os 6 a 0.

Fiz as perguntas que desejava.

E saí com a certeza.

Ele queria respondê-las.

Pato, finalmente você está jogando o que se esperava de você. Você está mais confiante, determinado. Até na hora de finalizar mostra mais firmeza. Tanto no Corinthians como na seleção. O que mudou?

Eu precisava apenas de sequência no Corinthians. Eu estava entrando e saindo por pura escolha do professor Tite. Não precisava me preservar porque estou bem fisicamente há muito tempo. O trabalho que fiz no Corinthians foi excelente. Agora consegui o meu espaço. Estou os jogos seguidos que queria. Tinha certeza que os gols viriam. Era só poder atuar mais. O resultado viria.

Foi duro suportar a desconfiança das pessoas?

Eu sempre estive tranquilo. Confiando no meu futebol. Eu sei do que sou capaz. Ainda mais jogando em um grupo tão forte como tenho no Corinthians. Vim da Europa no começo do ano. Fiquei anos jogando de uma maneira diferente. Com o futebol em outro ritmo. Há a necessidade de uma adaptação. Isso é normal. Se alguém não acreditava, o problema não é meu. A prova que tudo está mudando são as vaias que recebi aqui em Brasília.

Você foi mesmo vaiado ao entrar. Depois foi aplaudido pelo gol. E na saída do campo, também. Como você explica as vaias?

Simples, há muita gente em Brasília que torce por times do Rio. Principalmente o Flamengo. As vaias vieram por eu ter marcado dois gols contra eles. Não acho legal vaiar nenhum jogador da seleção dentro do Brasil. Vamos disputar uma Copa do Mundo. Mas tudo bem. Levei pelo lado bom. Alguns torcedores mostraram que não gostam do Corinthians. E do bom trabalho que estou fazendo por lá.

2reproducao4 As vaias que recebi foi sinal de respeito. Vieram dos flamenguistas, tristes pelos gols que marquei contra eles. Depois me aplaudiram. A minha hora chegou. Tanto no Corinthians como na seleção. E não vou deixar escapar. Promessa de Alexandre Pato...

Você acredita que está pronto para ser titular do Brasil?

Olha, tenho o maior respeito pelo Fred. Infelizmente ele se machucou. Estava fazendo ótimo trabalho pela seleção. Nossa carreira de jogador é assim. Quando um se machuca, surge a chance para outros atletas. Eu estou pronto para fazer o que o professor Felipão precisar. Quero demais ajudar a seleção brasileira, disputar uma Copa do Mundo. Este é um dos grandes objetivos da minha carreira. Além de jogar no Corinthians que é um dos maiores clubes do mundo, também sonhava com a seleção. A chance veio e não quero desperdiçá-la.

Você lutou muito para voltar a ter uma chance real na seleção. Contusões atrapalharam, negociações, fases difíceis. Como você está agora?

Muito bem. Estou me sentindo ótimo. Tenho a confiança do professor Tite e dos meus companheiros de Corinthians. Com ritmo de jogo, de treinamento. Muito bem fisicamente. Pronto para ajudar o professor Felipão na seleção como ele quiser. Quero demais estar no grupo. E sinto que o caminho está aberto. A concorrência é muito grande. O Brasil tem ótimos atacantes. Mas confio no meu potencial. Quero servir a seleção. Estamos na reta final da preparação. Estou pronto para brigar pelo meu lugar. Só eu sei o quanto esperei por esse momento chegar. E não vou deixar escapar...
3ae1 As vaias que recebi foi sinal de respeito. Vieram dos flamenguistas, tristes pelos gols que marquei contra eles. Depois me aplaudiram. A minha hora chegou. Tanto no Corinthians como na seleção. E não vou deixar escapar. Promessa de Alexandre Pato...

http://r7.com/W50I