- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Arnaldo Tirone ajudou o Corinthians a receber R$ 30 milhões da Caixa. O clube usou os R$ 25 milhões que a Kia pagaria ao Palmeiras como parâmetro. Pura balela que os dirigentes deixaram a imprensa divulgar. A montadora paga apenas R$ 17 milhões…

Postado por Cosme Rímoli em 20 de dezembro de 2012 às 05:34 em Sem categoria | 56 Comments

ae25 Arnaldo Tirone ajudou o Corinthians a receber R$ 30 milhões da Caixa. O clube usou os R$ 25 milhões que a Kia pagaria ao Palmeiras como parâmetro. Pura balela que os dirigentes deixaram a imprensa divulgar. A montadora paga apenas R$ 17 milhões... [1]
Só faltava essa.

O Corinthians tem o maior patrocínio de camisas do Brasil.

São R$ 30 milhões anuais da Caixa Econômica Federal.

O São Paulo fechou com a Semp Toshiba por R$ 23 milhões.

O grande incentivador desses contratos foi o Palmeiras.

"O Arnaldo Tirone inflacionou o mercado dos patrocínios.

Nunca a Kia pagou R$ 25 milhões como foi divulgado.

O Palmeiras recebe pouco mais de R$ 1,4 milhões.

Com a divulgação do valor errado, os outros clubes se sentiram pressionados.

Precisavam buscar um patrocinador que pagasse mais.

Tinham o Palmeiras como modelo.

Acreditaram nos R$ 25 milhões que a diretoria deixou vazar.

Bobagem.

São R$ 17 milhões por ano que recebemos da Kia.

E olha lá."

A revelação é membro do Conselho de Orientação Fiscal do Palmeiras.

Ele colocou por terra a história que foi muito divulgada este ano.

A de que o Arnaldo Tirone conseguiu R$ 25 milhões com a empresa automobilística.

Ele nunca desmentiu em público.

Era excelente para sua imagem.

Agindo assim, ele provocou uma revolução no Corinthians e no São Paulo.

O dinheiro supostamente pago pela Kia virou parâmetro.

Eles não queriam ficar abaixo do rival.

Depois de muito tentar, o São Paulo conseguiu a Semp Toshiba.

O anúncio não teve o mesmo impacto por causa dos valores.

Eram apenas R$ 23 milhões.

Teoricamente, R$ 2 milhões abaixo do rival rebaixado para a Segunda Divisão.

Mal sabia Juvenal que tinha conseguido o maior patrocínio do país.

Foi assim desde setembro.

Até o dia 19 de novembro, quando Corinthians fechou com a Caixa Econômica Federal.

E garantiu R$ 30 milhões.

No Parque São Jorge, o marketing teve de fazer das tripas coração.

Mesmo com a crise mundial, não poderia ficar abaixo do rival.

Mal sabia Luiz Paulo Rosenberg, que quase conseguiu o dobro dos palmeirenses.

Enquanto isso, a diretoria de Tirone se fingia de morta.

Não se manifestava.

Até porque iria ficar claro que seu patrocínio era só de R$ 17 milhões.

A revelação de Gilto Avallone à rádio Jovem Pan é constrangedora.

Mas tinha mais.

Ele dirimiu muitas dúvidas.

"A dívida do Palmeiras é de R$ 210 milhões.

E muitas cotas já foram adiantadas.

Nós recebemos a cota da transmissão do Paulista até 2015.

Esse dinheiro já chegou e foi embora.

Por isso que as contratações agora terão de passar pelo COF.

Só chegarão jogadores ao clube quando houver respaldo financeiro.

Parceiros, enfim, algo que as viabilize.

Se não tiver, o jogador não será contratado.

O Palmeiras é o clube no Brasil que mais pagou comissões a empresários.

É um absurdo.

Estamos investigando uma denúncia.

A de que a pessoa que passou o telefone do Felipão na Europa ganhou comissão.

O Tirone confessou também que aumentou o salário do Barcos em outubro.

E seu contrato passou até 2016.

(O argentino ganhava R$ 200 mil.

Passou a R$ 500 mil a cada 30 dias.)

A gente perguntava e o Tirone disfarçava.

Na terça-feira finalmente falou.

Há muita coisa errada no clube.

O próximo presidente que for eleito já sabe o que o espera."

Gilto Avallone foi direto.

O Palmeiras só contratou até agora o lateral Ayrton que estava no Coritiba.

E Fernando Prass do Vasco.

As negociações com Riquelme, Rodrigo Souto e Marcio Azevedo foram suspensas.

Para piorar, a volta de Bianchi ao Boca Juniors é péssimo para o clube.

Ele é muito amigo de Riquelme e o quer de volta.

Se o Palmeiras recebesse R$ 25 milhões da Kia, talvez tudo estivesse diferente.

R$ 8 milhões faz uma diferença enorme.

Mas o parâmetro irreal ajudou demais o São Paulo.

E principalmente o Corinthians.

Se os dirigentes desses clubes soubesse que o rival recebe R$ 17 milhões tudo seria diferente.

O empenho seria menor e teriam menos dinheiro nos seus cofres.

Arnaldo Tirone mereceria uma placa de agradecimento.

O efeito colateral do seu silêncio em relação ao patrocínio da Kia foi ótimo.

Para corintianos e são paulinos.

E frustrante para os palmeirenses...


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/arnaldo-tirone-ajudou-o-corinthians-a-receber-r-30-milhoes-da-caixa-o-clube-usou-os-r-25-milhoes-que-a-kia-pagaria-ao-palmeiras-como-parametro-pura-balela-que-os-dirigentes-deixaram-a-imprensa-div-20122012/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2012/12/ae25.jpg

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.