april 2008 hair new mamma21 Andrés e Adilson estão fazendo de tudo para o Corinthians jogar o título do Brasileiro no lixo...

E agora, Andrés?

Choque elétrico?

Você levou a torcida ontem para pressionar seus jogadores.

E o Corinthians acaba de perder para o limitadíssimo Atlético Goianiense por 4 a 3.

Em pleno Pacaembu.

O vexame começou antes mesmo de a bola rolar.

Quando os dirigentes proibiram os goleiros do Atlético Goianiense de se aquecerem em campo.

Pequeno demais...

Adilson Batista colocou uma caricatura de time.

Desprezou seu adversário.

E o bom senso.

Decidiu enfrentar a imprensa, os torcedores e os dirigentes.

Colocou por sua conta e risco Thiago Heleno.

Zagueiro sem ritmo e que está se mostrando fraco demais.

Fez a festa do Atlético Mineiro.

E hoje merece uma estátua do Atlético Goianiense.

Indeciso, lento e dando todo o espaço possível aos atacantes rivais.

Ainda mais ao lado de William.

Com Chicão com condições de jogo.

Quando a derrota estava desenhada, ele colocou o zagueiro na partida.

Até os parentes de Thiago Heleno esperavam o óbvio.

Mas Adilson Batista resolveu tirar William.

E foi xingado até o final da partida de burro e insultado com outras palavras impublicáveis.

Nas tribunas, Andrés Sanchez sentiu o ódio dos torcedores corintianos que foram ao Pacaembu.

Se revoltaram com ele pelo treinador que escolheu para substituir Mano Menezes.

E por haver contratado Thiago Heleno.

Ele não aguentou a pressão dos torcedores, que por coincidência, não eram das organizadas.

Portanto, não havia maneira de controlá-los.

Mais envergonhado do que assustado, Andrés resolveu sair das tribunas.

A reação corintiana se valeu da superação dos jogadores e da fragilidade técnica do Atlético Goianiense.

A vitória era mais do que obrigação na caminhada corintiana.

O time não vence há cinco partidas.

Empacou.

Tomou 14 gols em seis partidas.

O vexame dói mais na tabela.

O clube está em terceiro.

Adilson Batitsta está justificando a fama de começar torneios muito bem e tropeçar no final.

Quando ele começa a inventar.

Além de adorar ir contra o senso comum.

A escalação de Thiago Heleno é fruto de uma teimosia amadora, tosca.

O clima ruim do vestiário do clube foi proporcionado por Adilson.

O Corinthians é muito mais time do que o Atlético Goianiense.

Desde que atue de maneira responsável, organizado.

A fase aguda do Brasileiro começou.

Não há espaço para amadorismo.

Para técnico teimoso, irônico, que posa como se apenas ele entendesse de futebol.

Na verdade, qualquer psicólogo percebe fácil a necessidade de autoafirmação.

E muito menos de presidente que leva torcedores para pressionar seus jogadores.

Repetindo a pergunta.

Depois da torcida, virá o que para o Corinthias começar a ganhar?

Choque elétrico?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/GhDw