Alessandro terá sua prova de fogo contra Neymar. Tite não pode mais proteger seu capitão de 34 anos. Ele precisa reagir ou dar lugar a Edenílson. A lateral direita se tornou o ponto fraco do Corinthians…

1ae4 Alessandro terá sua prova de fogo contra Neymar. Tite não pode mais proteger seu capitão de 34 anos. Ele precisa reagir ou dar lugar a Edenílson. A lateral direita se tornou o ponto fraco do Corinthians...
Ele ergueu a taça da Libertadores.

Depois a do Mundial de Clubes.

Alessandro já está na história do Corinthians.

Ninguém vai se esquecer de seus gestos.

No Pacaembu e no Japão.

Foi o capitão nas horas mais felizes de 2012.

Momentos que o clube esperou por décadas.

É o homem de confiança de Tite no elenco.

Exemplo de comportamento.

Primeiro a chegar aos treinos, último a ir embora.

Não há nada a criticar de sua postura profissional.

A não ser o seu desempenho em campo.

O tempo passa para todos.

Alessandro já chegou aos 34 anos.

Veterano, conhece os atalhos do campo.

Foi volante, sabe marcar forte, antecipar.

Só que perdeu a força, o vigor.

Em 2013 é responsável involuntário pela mudança no Corinthians.

O time não tem mais a mesma volúpia de 2012.

O vigor de roubar a bola do adversário no seu campo.

Tirar o oxigênio dos zagueiros adversários.

Não, Tite percebeu atletas corintianos não conseguem mais.

Principalmente Alessandro.

Seu capitão das decisões.

Não há vitalidade para atacar e defender com eficiência.

E o time acaba sacrificado.

Tem vários efeitos colaterais.

O primeiro é a presença de Romarinho e não Pato no time.

O titular marca, ajuda Alessandro muito melhor.

Fecha o lado direito.

É fundamental a proteção do lado direito.

Pato fica mais tempo no banco por esse motivo.

Ralf e Paulinho têm cuidado mais da intermediária corintiana.

Coberto as laterais.

A dupla tem ficado mais de olho em Alessandro.

Gil também se desdobra na cobertura.

Há todo um sacrifício tático.

E ele reflete na produtividade ofensiva.

O momento indica ser muito melhor a escalação de Edenílson.

Com 23 anos e muito vigor físico, Tite o deixa no banco.

Sabe que ele poderia render mais.

Tem fôlego de sobra para atacar e defender.

Principalmente nestas finais de Paulista.

Quem ocupará a ponta esquerda santista será Neymar.

Ele tem se comportado como quem vai deixar o Santos.

E finalmente se transferir para a Europa na janela do meio do ano.

Lógico que deseja uma despedida em altíssimo nível.

Conseguir o inédito tetracampeonato paulista.

Mais uma marca histórica para sua carreira.

O jogador mais habilidoso do País.

Com seus 21 anos diante de Alessandro e seus 34 anos.

Tite sabe o risco que corre.

Mas não quer admitir.

Para ele, o grupo precisa da liderança de seu lateral.

Há um compromisso moral do treinador.

Sabe que nos momentos mais tensos, pesados, foi ele quem o ajudou.

Controlou a ansiedade da equipe, a pressão nas disputas dos títulos.

Alessandro é muito respeitado dentro do Parque São Jorge.

Tanto que ninguém questiona a sua presença no time em voz alta.

Jogadores percebem e sabem que o Corinthians mudou em 2013.

Perdeu a pegada, sua marca registrada no ano passado.

Sem ela, o time ficou mais vulnerável.

Sua intermediária e defesa não é tão inexpugnável.

Um jogador atuando em posição chave do time pode causar estrago.

Era o que Paulinho estava fazendo no início do ano.

Estava empolgado com seleção.

Disposto a mostrar sua versatilidade no meio de campo.

Deixou de ser elemento surpresa na área adversária.

Estava ocupando o espaço de Danilo, de Renato Augusto.

Jogava como meia.

Foi preciso Tite o conscientizar que ele é volante.

E sua primeira missão sempre será marcar.

Depois sair com a bola dominada e até fazer gols.

A conversa valeu.

Mas com Alessandro o problema é mais sério.

Não há como o treinador exigir mais disposição, mais força física.

Alessandro tem se esforçado.

Mas perdeu vitalidade.

Os duelos com Neymar nas decisões do Paulista serão fundamentais.

O lateral direito terá de se superar.

Porque há a certeza de que Muricy mandará Neymar explorar seu lado.

Alessandro já deu uma sorte absurda em 2012.

Não só por levantar a Libertadores e o Mundial.

Mas por não ter se tornado o vilão da competição sul-americana.

1gazeta4 Alessandro terá sua prova de fogo contra Neymar. Tite não pode mais proteger seu capitão de 34 anos. Ele precisa reagir ou dar lugar a Edenílson. A lateral direita se tornou o ponto fraco do Corinthians...

Ao perder uma bola no meio de campo para Diego Souza.

O então meia do Vasco desceu sozinho no Pacaembu.

Foram sete segundos até chegar livre ao gol.

Se marcasse, o time tinha tudo para ser eliminado da Libertadores.

E Cássio salvou o Corinthians e Alessandro.

Neste ano, Tite está fazendo o que pode por seu lateral.

Mas sua lealdade começa a prejudicar o time.

As finais do Paulista podem ter um peso fundamental.

Mostrar ao técnico e aos companheiros se Alessandro suporta.

O que não parece.

E se é chegada a hora de Edenílson ter sua chance.

Tite tem um compromisso moral com o capitão da Libertadores.

Com o capitão do Mundial de Clubes.

Mas muito maior com o próprio Corinthians.

Não pode sacrificar seu time por causa do lateral.

Alessandro sabe o quanto estará em jogo nestas finais do Paulista.

A sua continuidade como titular.

Seu desafio não poderia ser maior: anular o emocionado Neymar.

E ainda apoiar o time no ataque.

Lateral campeão da Libertadores e do Mundo tem de ser assim.

Se não tiver fôlego para isso é melhor que fique na reserva...
2ae3 Alessandro terá sua prova de fogo contra Neymar. Tite não pode mais proteger seu capitão de 34 anos. Ele precisa reagir ou dar lugar a Edenílson. A lateral direita se tornou o ponto fraco do Corinthians...

86 Comentários

"Alessandro terá sua prova de fogo contra Neymar. Tite não pode mais proteger seu capitão de 34 anos. Ele precisa reagir ou dar lugar a Edenílson. A lateral direita se tornou o ponto fraco do Corinthians…"

7 de May de 2013 às 11:13 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Allan Timão
    - 9 de maio de 2013 - 17:37

    Pensei que só eu via os jogos do Corinthians e percebia o baixo rendimento de alguns jogadores que influenciam diretamento o que o Corinthians tem de melhor, o conjunto. Por exemplo, como citou o Cosme, o Alessandro hoje não tem nenhuma condição de ser titular, o Fabio Santos fraca marcação, apoia pouco e erra muitos passes, ja devia estar no banco, o seu Paulinho esse ano não voltou de ferias ainda a seleção não fez bem p/ ele, o Sheik precisa falar menos e agir mais, esta muito individualista e sumindo do jogo qdo mais precisa dele Danilo nao marca ninguém qdo o faz é um carrinho desproporcional é o que mais erra passes no time, arma varios contra ataques, mais p/ time adversario, ja devia estar no banco a muito tempo, o Douglas entra em alguns jogos e no fim e não consegue bater um escanteio, parece que a bola pesa 100kl, e o tite só mexe no time aos 20, 30 minutos do segundo tempo, com Pato, JH, Edenilson, Guilherme no banco, ta osso de ver o Corinthians jogar

    Responder
  • gesiel
    - 9 de maio de 2013 - 09:46

    """""ROGERIO CENI x ALESSANDRO""""". Em 4 ANOS de corinthians, o Alessandro ganhou: 1 PAULISTA, 1 COPA DO BRASIL, 1 BRASILEIRO, 1 LIBERTADORES e 1 MUNDIAL. O ROGERIO CENI, em 15 ANOS COMO TITULAR de São Paulo ganhou: 2 PAULISTA, 3 BRASILEIRO, 1 LIBERTADORES e 1 MUNDIAL. Ao longo da carreira, o Alessandro JOGOU EM OUTROS TIMES DO BRASIL e do EXTEIOR, como: FRAMENGO, GREMIO, SANTOS e DINAMO DE KIEV; e conquistou outros titulos entre eles: 3 CAMPEONATOS CARIOCAS, COPA MERCOSSUL e COPA DOS CAMPEÕES, pelo FLAMENGO; campeonato UCRANIANO pelo DINAMO; campeonato GAUCHO pelo GREMIO; e 1 CAMPEONATO PAULISTA PELO SANTOS. O Rogerio Ceni ganhou 1 campeonato matogrossense e um rio-São Paulo pelo São Paulo. TOTAL: ROGERIO CENI em 15 ANOS como titular: 1-MUNDIAL. 1-LIBERTADORES. 3-BRASILEIROS. 2-PAULISTAS. 1-COPA SULAMERICANA. ALESSANDRO, em 4 ANOS como titular do corinthians. 1-MUNDIAL. 1-LIBERTADORES. 1-BRASILEIRO. 1-PAULISTA.

    Responder
  • Aldrei
    - 8 de maio de 2013 - 10:10

    Marcio - 07/05/2013 - 10h28 Concordo com quase td que o Cosme falou sobre o Alessandro, mas discordo de uma coisa, Edenilson nao é lateral e nao sabe marcar, na verdade nem volante ele é, pois aqui no sul ele jogava como meia ofensivo, ele tem mais vitalidade mas falta o cacoete da posiçao pq ele nao é lateral. E aí esta o problema do Tite, o Corinthians nao tem outro lateral de oficio no elenco e por isso o Tite mantem o Alessandro no time titular. Venho dizendo isso..o edenilson é muito ofensivo...não serve pra lateral..parece que o povo não percebe isso

    Responder
  • Junior
    - 8 de maio de 2013 - 09:35

    Cosme, em partes eu concordo com você. O Alessandro não vem jogando bem desde o ano passado, assim como o Fabio Santos. Em 2013 o Corinthians é um time sem laterais, não temos jogada de linha de fundo, muito raro sair um gol de cruzamento, e quando sai, não é de jogada do lateral. O Corinthians não esta bem esse ano, mas a culpa não é exclusivamente do Alessandro. Cosme, você deu uma aliviada para o Paulinho, que hoje, é um dos piores jogadores do Corinthians. Não sei o que aconteceu com o Paulinho, não sei se ele acreditar ser um jogador fora de serie, um meia, ou um craque. A verdade, é que o Paulinho é um bom segundo volante, é técnico, sabe jogar, mas nada além disso. Em 2013, o Paulinho não marca ninguém, deixa o Ralf sobrecarregado, não ajuda na composição do meio de campo, e esta mais preocupado em participar das jogadas de ataque (e nem isso esta fazendo). Não sei de onde você tirou que o Tite teve uma conversa com ele, muito menos que teve resultado. No meu ponto de vista, o Corinthians não esta bem por não contar com os laterais, e pelo baixíssimo rendimento do Paulinho. E no caso do Edenilson, hoje, ele poderia perfeitamente jogar tanto no lugar do Alessandro, quanto do Paulinho.

    Responder
  • peixoto-pres.prudente/sp
    - 8 de maio de 2013 - 09:28

    Cosme, será que o Tite e sua Comissão Técnica têm noção do que é falado e comentado no seu blog ( e em outros)????. Não é possível que eles não fiquem sabendo de nossas críticas, que até são bem embasadas e construtivas... Acho que eles deveriam ficar atentos ao que é comentados na net, o que vc acha???

    Responder
  • Brow
    - 8 de maio de 2013 - 09:03

    caros comentaristas...O Alessandro não é o problema do Corinthians...O problema é que os jogadores estão de salto alto e não querem mais correm mais que os adversários...Percebi que o Corinthians regrediu contra o São Paulo..Cade o time adiantado, abafando os zagueiros,compacto,duas linhas apertadas,Ralf querendo ser Paulinho,Paulinho querendo ser Danilo...O pato é o Jogador mais Tecnico que jogou no Corinthians atual,mais não tem a filosofia do time.

    Responder
  • Alvaro - ESSE FERREIRA SOFRE COM A MARESIA,,HAHAHHA
    - 8 de maio de 2013 - 07:24

    O cara ta louco, dizer que o Neymar acabou com a carreira do Chicão,, é de uma imbecilidade que não tem tamanho, no corinthians ele nunca deitou

    Responder
  • leonardo
    - 8 de maio de 2013 - 06:58

    Bom dia Cosme Rímoli, voce vai fazer algum comentário em relacao aos 72 milhoes que o Flamengo está ganhando em patrocínio? Nao estou entendendo mais essa matemática dos times falidos do meu querido Brasil. Alguém deve estar ganhando por fora. Um grande abraco Leonardo

    Responder
  • Ronaldo
    - 8 de maio de 2013 - 06:05

    Ate quando Tite tera fidelidade a 3 jogadores que estao mal faz tempo Emerson,Fabio Santos e Alessandro deviam esquentar o banco Edenilson,Pato e Igor deveriam assumir os lugares destes jogadores

    Responder
  • Camilla Alvarenga
    - 8 de maio de 2013 - 00:45

    Exatamente gn!! O tal time da Rede Globo dps das 2 eliminações que estão por vir, só será visto pelos smalltianos na novelinha das 6 kkkkkk

    Responder
1 2 3 4 5