135 A seis pontos do líder Corinthians. O Palmeiras analisa a sério a efetivação de Alberto Valentim
"Estou a cada dia melhor. Entendam bem, estou melhor porque a cada dia estou vivendo coisas diferentes. Se eu ouço alguns treinadores de outra geração falando que estão melhores a cada dia, porque aprenderam com isso, com aquilo, imagine um jovem como eu sou, começando a carreira. Estou muito atento. O que eu peço para os jogadores, para acelerar um processo de maturidade, é uma luta constante minha desde o momento em que parei de jogar, porque eu sabia que uma hora ou outra eu exerceria uma função, primeiro de auxiliar, agora estou como interino."

"A gente tem uma margem de melhora muito grande. Os jogadores sabem disso. Da forma que a gente trabalha, o que eu tenho pedido, a gente tem melhorado muito em fase defensiva e ofensiva. A gente está a cada dia melhor."

Alberto Valentim era a imagem da felicidade no vestiário do Palmeiras, na arena gremista. A vitória sem contestação contra o time reserva de Renato Gaúcho por 3 a 1. Foi o terceiro triunfo consecutivo, nos três jogos que assumiu o comando da equipe, no lugar de Cuca.

Neste Brasileiro onde os times estão encalacrados, três vitórias, nove pontos, fizeram com que o Palmeiras saltasse para a segunda colocação. A seis pontos do líder Corinthians. O que faz com que muitos torcedores e até conselheiros importantes se animem com a chance de brigar pelo título. Algo que era completamente descartado com Cuca.

"O Corinthians está com um jogo a menos. O que nos enche de alegria e de satisfação é que hoje ocupamos a segunda colocação", destaca Valentim.

O Palmeiras em Porto Alegre mostrou inteligência, seriedade e fidelidade a um esquema definido. Valentim sabia que o time havia jogado na quinta-feira contra a Ponte. Estava desgastado fisicamente. O que ele decidiu foi fazer sua equipe ter o domínio da partida, prender a bola, tocar no meio de campo. Ter consciência e paciência para aproveitar os espaços que surgiriam.

220 A seis pontos do líder Corinthians. O Palmeiras analisa a sério a efetivação de Alberto Valentim

Essa certeza vinha na escalação dos reservas gremistas. Renato Gaúcho poupou seu time para o primeiro jogo da semifinal da Libertadores contra o Barcelona de Guayaquil, na quarta-feira. Ele tinha a convicção de que não alcançaria o Corinthians na disputa do Brasileiro. E resolveu fazer do jogo de hoje, um treino de luxo. Só Lucas e Michel eram os titulares no gramado.

Como o Palmeiras não tinha nada a ver com isso, tratou de se impor. Vencia as intermediárias. Valentim seguia com o correto aproveitamento de Keno e, na atitude que está agradando em cheio a direção do clube, na recuperação de Borja. E dando liberdade total para seu jogador mais driblador. Dudu.

Foi no segundo tempo que o time conseguiu transformar em gols a sua vantagem em campo. Foram dois gols seguidos. Aos três minutos, Dudu bateu de longe, a bola desviou em Marcelo Oliveira e enganou Paulo Victor. Seis minutos depois, Dudu disparou no contragolpe, pegou a defesa gremista desmontada, rolou para Borja. O chute saiu forte, Paulo Victor defendeu, mas a sobra caiu nos pés de Moisés. Ele estufou as redes 2 a 0.

Os reservas gremistas desanimaram. E oito minutos, tomaram o terceiro gol. Mayke fez ótima triangulação. Recebeu na frente e cruzou para Dudu marcar como quis. Jogo ganho. O Palmeiras segurava a vitória, quando tomou um gol bobo. Após cobrança de falta, a zaga falhou e Michel descontou.

O resultado foi muito comemorado pelos dirigentes.

O executivo Alexandre Mattos está acompanhando tudo de perto. Seu plano era esperar o Brasileiro acabar para definir o que fazer. A princípio, buscaria um treinador experiente, vivido, com grife. Mas Alberto Valentim está indo melhor do que todos esperavam. Até mesmo o auxiliar, que está como técnico interino.

317 A seis pontos do líder Corinthians. O Palmeiras analisa a sério a efetivação de Alberto Valentim

Mattos segue com interesse a reação do grupo.

E comemora os pontos que vão garantindo o clube na Libertadores de 2018, algo que se passou a temer nas últimas partidas com Cuca. O executivo não se empolga, ainda com título. Mantém os pés no chão e quer primeiro uma vaga na Libertadores.

Mas é inegável que Valentim vem ganhando pontos importantes.

Será ainda mais interessante o próximo confronto.

Segunda-feira, dia 30.

Em plena arena palmeirense, haverá o jogo contra o Cruzeiro.

Dirigido por Mano Menezes, que não quis o Palmeiras.

Alberto Valentim terá a chance de mostrar o que sabe.

E se merece mesmo começar 2018 como técnico efetivado.

Se dependesse dos jogadores, essa efetivação já teria ocorrido...
420 A seis pontos do líder Corinthians. O Palmeiras analisa a sério a efetivação de Alberto Valentim

http://r7.com/1xFA