A entrevista que não deveria repercutir e derrubou Aristeu Tavares. Afinal, há juízes acusados de manipulação de resultados trabalhando normalmente? E com o conhecimento de Marin, de toda CBF? Um escândalo…

a40 A entrevista que não deveria repercutir e derrubou Aristeu Tavares. Afinal, há juízes acusados de manipulação de resultados trabalhando normalmente? E com o conhecimento de Marin, de toda CBF? Um escândalo...
O futebol brasileiro não para de produzir escândalos.

Mas este é de arrepiar.

O coronel da Polícia Militar do Rio, Aristeu Tavares foi demitido.

Ele comandava a arbitragem no Brasil.

Substituiu Sergio Correa no ano passado.

O presidente da FPF, Marco Polo del Nero, havia aconselhado Marin.

Ele deveria seguir o que acontece na FPF.

Marco Polo colocou o coronel Marinho para cuidar da arbitragem.

Conseguiu respeitabilidade por ter um militar ao seu lado.

Marin gostou da ideia e colocou Aristeu.

Ele não era apenas militar, mas árbitro.

Foi bandeira na Copa de 2006.
a314 227x300 A entrevista que não deveria repercutir e derrubou Aristeu Tavares. Afinal, há juízes acusados de manipulação de resultados trabalhando normalmente? E com o conhecimento de Marin, de toda CBF? Um escândalo...

Estava fazendo um trabalho de renovação.

Discreto, fugia das entrevistas.

Mas caiu na tentação na semana passada.

Falou ao jornal O Popular de Goiânia.

Fez uma denúncia muito absurda.

A que haveria árbitros suspeitos de manipulação de resultados no Brasil.

Ele iria até pedir para o Ministério Público os investigar.

Mas estavam trabalhando normalmente.

Pior, cita que o presidente da CBF, José Maria Marin já tinha sido avisado.

E nada fez.

Um caos...

Como assim, árbitros acusados de manipular resultados...

E mesmo assim trabalhando?

Com o consentimento de Aristeu e de Marin?

Um escândalo sem precedentes.

A entrevista repercutiu entre os sindicatos de árbitros.

Ele que afastasse já os corruptos.

Marin o ameaçava demitir.

Aristeu deu várias entrevistas dizendo ter sido mal interpretado.

Inclusive esta para o site Voz do Apito.

Voltado aos árbitros.

Assim escreveu Aristeu...

"Por solicitação do presidente André Pitta, da Federação Goiana de Futebol...

Estive com vários jornalistas, inclusive ao vivo, em programas esportivos.

E não houve qualquer repercussão desta matéria."

Errou feio.

O jornal garantiu a veracidade da entrevista.

Enfrentou o coronel.

A repercussão foi fulminante no final de semana.

Tanto que Marin chegou à conclusão que não poderia mais segurar Aristeu.

Decidiu pela demissão hoje.

Sua saída perde importância diante das denúncias.

Marin tem de falar se o que Aristeu disse é verdade.

Se há árbitros acusados trabalhando normalmente.

Seria um absurdo.

O presidente da CBF não se pronunciou.

Não falou sobre a investigação.

Se é real ou não.

E se árbitros investigados continuam trabalhando.

Só demitiu Aristeu.

Para quem deseja ficar chocado, aqui está a entrevista de Aristeu.

Como foi publicada pelo jornal O Popular.

Para envergonhar qualquer brasileiro.

E o fazer de desconfiar dos resultados dos jogos de futebol.

No estudo da Europol, há suspeitas de manipulação de resultados no Brasil.

Mas a rede é complexa e pode envolver não só árbitros, como também jogadores.

Na questão da arbitragem, você garante que o País não precisa se preocupar?

Não, lógico que não garanto. Seria leviano da minha parte garantir.

Não tenho a capacidade que eu gostaria de ter para botar a mão no fogo e falar de todos.

O que eu posso garantir é que estamos cada vez mais atualizando os processos fiscalizatórios e preventivos.

Vamos discutir algumas situações e criar um disque-denúncia.

Hoje, temos uma ouvidoria.

As denúncias que recebemos já encaminhamos para o Ministério Público Federal.

Então, há denúncias sobre manipulação?

Sim.

Existem denúncias e, repito, foram de pronto encaminhamento para o Ministério Público, que é o órgão fiscal da lei.

Eu esperei virar o ano, ver as denúncias e as coletas de provas.

Eu quero acompanhar isso.

Vou pedir para verificar com o Ministério Público como que está isso, se houve evolução.

Temos de acompanhar.

É uma obrigação nossa.

Somos fiscais da moralidade da arbitragem nacional.

Posso dizer que a CBF tem colocado ferramentas à disposição, inclusive da população, para fiscalizar isso.

As denúncias envolvem jogos grandes, de Série A, Libertadores?

Não vou entrar em detalhes.

Não posso entrar em detalhes porque é denúncia e isso pode dar em nada.

Pode ser que alguém fez a denúncia com um objetivo sem fundamento de atingir alguém.

Porque o torcedor é um ser passional.

Ele vê a sua equipe sendo traída e prejudicada, e o culpado é o árbitro.

Os árbitros denunciados continuam em ação?

Sim, eles continuam trabalhando.

A gente monitora, obviamente, e não há, a princípio, nenhum indício que contraindique o trabalho desse profissional.

Repito, é uma denúncia que tem de ser analisada.

Veja bem, algumas denúncias surgiram até de árbitros.

É algo interessante. O árbitro fez uma denúncia que ouviu aqui, ali, acolá.

É algo que já foi enviado para o Ministério Público e o presidente da CBF já foi alertado.

Você disse que uma denúncia de manipulação foi feita por um árbitro.

Esse automonitoramento é um pedido da CBF?

Sim, claro.

Vamos reforçar com a nata da arbitragem nacional, que eles têm a obrigação de serem elementos fiscalizatórios da conduta de todos.

Temos essa obrigação.

Como impedir a manipulação de jogos no Brasil?

A CBF vem tratando disso há muito tempo, prova disso é a Corregedoria.

A Fifa elencou quatro viés.

O físico, técnico, psicológico e social.

Antes o cara era gordo pra caramba e continuava apitando.

Hoje, se ele não tiver bem fisicamente, não apita.

Mesma coisa se for desequilibrado e tiver problemas sociais e econômicos.

Quais são os resultados da Corregedoria? Alguém já foi afastado?

Sim. Ano passado, 68 árbitros deixaram de figurar na relação nacional.

Problemas de Serasa, SPC.

Por não ter 3º grau.

Ou não comprovou ter feito um curso que nos traga tranquilidade sobre sua formação."

Para o bem do futebol brasileiro, a entrevista de O Popular repercutiu.

Bem mais do que poderia imaginar o demitido coronel Aristeu...

a213 1024x680 A entrevista que não deveria repercutir e derrubou Aristeu Tavares. Afinal, há juízes acusados de manipulação de resultados trabalhando normalmente? E com o conhecimento de Marin, de toda CBF? Um escândalo...

58 Comentários

"A entrevista que não deveria repercutir e derrubou Aristeu Tavares. Afinal, há juízes acusados de manipulação de resultados trabalhando normalmente? E com o conhecimento de Marin, de toda CBF? Um escândalo…"

26 de February de 2013 às 17:12 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Anderson
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:23

    que fase é essa do futebol brasileiro, só aparece desgraça, erros, falcatruas, e sinceramente eu ainda espero é por mais e mais.

  • Marcelo
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:28

    Cosme,nós atleticanos estamos levando cerca de 2.800 torcedores no jogo de hoje contra o Arsenal, na Argentina. Isso apenas na fase de grupos => http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2013/02/26/noticia_atletico_mg,243373/torcedores-do-atletico-preparam-invasao-em-sarandi-com-cerca-de-60-onibus.shtml?utm_medium=twitter&utm_source=twitterfeed Para se ter noção do amor da nossa torcida o Cruzeiro em 2009 levou apenas 300 torcedores na FINAL contra o Estudiantes na Argentina. => http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2009/07/109526-cruzeiro+segura+o+estudiantes+e+decide+a+libertadores+em+belo+horizonte.html Você viu a entrevista do Ronaldinho? Realmente não dá pra entender esse amor. Só quem o vive. São 41 anos sem um grande título. Não merecemos o que as diretorias a 4 décadas fazem conosco. Não, não merecemos. meu desabafo, obrigado

  • Luis Carlos
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:32

    aí quando falamos q o Galo e a Lusa são os times mais roubados da história do Futebol brasileiro ainda riem da nosa cara neh!!!!!

  • Henrique
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:35

    É impressão minha ou o mandato de Marin consegue ser mais nefasto do que o de Renato Teixeira? Estamos perdidos! Tomara que as verdades apareçam, eu particularmente acho que muito time foi beneficiado e prejudicado nesse último campeonato Brasileiro...

  • maria
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:40

    Como se pode ter respeito ao dirigente da CBF que coloca no bolso uma medalha sem a menor cerimônia com todos os holofotes em cima?Como um ex dedo duro da ditadura pode balançar com algum escândalo?O Sr.Marin com seu passado e presente jamais poderia estar presidente de absolutamente nada em um país sério.O Brasil precisa estancar essa maldita corrupção em todos os trâmites ,mas não,a cada dia se vê um escândalo em um setor.Que o futebol está sórdido há muito é sabido,não duvido nada que vários títulos foram comprados.Sessenta e oito juízes afastados é muita coisa,e ainda tem os outros apitando por aí.É claríssimo que há juízes ruins e também os ruins e corruptos e só ver o que aprontam em campo.Se a D.Fifa fosse séria não permitiria que o Brasil sediasse nada!Precisamos que se faça aqui o que a Itália fez, punir e tirar os títulos que foram roubados,um time como a Juventus que ficou cinco anos sem ter um penaltie marcado contra ele e foi campeoníssimo durante anos, foi punido indo para a segunda divisão.Também não duvido que jogadores estão nessa.Sei que é necessário um movimento fora Marin e toda essa camarilha.Tudo isso me dá asco!

  • Alfredo Dias
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:44

    Então o único cara que não deveria ser demitido acabou na rua?!? Li e reli a entrevista: 1) há um cara trabalhando direito e 2) há suspeitas seríssimas... 3) ...baseadas em denúncias que sequer foram analisadas. Cosme, o quanto a imprensa realmente colabora com a verdade ao fritar o único dos envolvidos que não parece se beneficiar da situação atual?!? Gostaria de ver Marin, Del Nero, Sanchez, Teixeira, Globo reduzidos à importância nenhuma no futebol (devaneio total), mas o que vejo às vezes é uma combatividade que em vez de desmascarar, preserva esses caras.

  • Cello
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:48

    Não vi nada demais nessa entrevista. Ele falou que existem denúncias, e que essas foram encaminhadas a quem tem o dever de apurá-las. Que existem graves problemas na arbitragem brasileira, todos nós sabemos, mas essa entrevista, para mim, não acrescentou nada de novo.

  • Rafael
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:51

    Vou dar um tempo com o futebol. Quem sabe daqui uns 5 anos, talvez a coisa melhore.

  • Gildo
    - 26 de fevereiro de 2013 - 17:54

    Que novidade todo mundo ja sabia, isso é de naos lembra juiz brasileiro na libertadores jogo do corinthians da nojo eese futebol meu time tem seus grandes titulos ganhando do adversario e do juiz. sempre foi assim , vou ficar apavorado quando roubarem dos timinhos do eixo contra a favor dos gauchos e dos times de mg.

  • edson santos
    - 26 de fevereiro de 2013 - 18:00

    Rímoli, isso aí é uma máfia que jamais terá fim...se vc trabalhar na CBF e tentar fazer tudo correto,vc é expulso de lá. CBF é máfia, CBF só trabalha quem é corrupto, e que se enquadre com a podridão.Os torcedores são muito 'idiotas' ,se todos se unissem e não fossem a estádio e nem se associasse até que os clubes se unissem e formassem uma entidade própria...em poucos anos a CBF iria a falência e o futebol ressuscitaria. O ser humano não sabe o poder que tem nas suas próprias mãos,ou sabem e não agem, nós unidos derrubamos reis,rainhas,presidentes,etc...Depois daquele escândalo de 2005,jamais coloquei meus pés em um estádio, e olha que o beira-rio era minha segunda casa.Anojei do futebol..não do futebol em si, anojei de quem comanda esse esporte maravilhoso, mas que a décadas está em mãos erradas.

1 2 3 4 5
6234