118 A bilionária dona da Crefisa continuará a investir no Palmeiras. Mas quer critérios no uso de sua fortuna. Os R$ 115 milhões, para formar o time de 2017, foram desperdiçados. A culpa pela temporada ter sido um fracasso é de Alexandre Mattos...
"A vida nos ensina que aprendemos lições nos tropeços.

O nosso amor pelo Palmeiras supera toda e qualquer adversidade.

Palmeiras, você é forte, e não sai dos nossos corações."

Este foi o recado que Leila Pereira colocou no seu instagram, assim que o Palmeiras havia sido eliminado da Libertadores. A bilionária, dona da Crefisa, e investidora de mais de R$ 115 milhões na formação elenco, também ficou abatida. Ela foi convencida por Alexandre Mattos que o time que ele montou tinha todo potencial para ser campeão da competição. E disputar o título mundial nos Emirados Árabes.

E não cair logo nas oitavas da Libertadores.

O time sequer conseguiu passar pelo Barcelona de Quayaquil.

O elenco mais caro da América Latina. Eliminado entre os 16 clubes da Libertadores. Um resultado vexatório.

Executivos ligados à Crefisa e às Faculdades da América dizem que Leila é muito rígida. Exige resultados de suas empresas. Chega a ser intransigente quando o planejamento não dá certo.

Alexandre Mattos deixou de ser uma unanimidade no Palmeiras. Conselheiros importantes acreditam que há erros inadmissíveis na formação do elenco. Isso para quem controla tanto dinheiro. Não há um lateral de confiança. Falta um companheiro de talento para Mina. Assim como Guerra está sozinho como meia tarimbado e técnico. E não há um artilheiro.

Erros grotescos como as contratações de Borja e Felipe Melo.

Não houve o mínimo estudo da carreira de Borja. Se houvesse, ficaria claro que o jogador nunca havia se firmado em clube grande, importante. E foram investidos R$ 35 milhões no atacante, a contratação mais cara da história do clube. Dinheiro da patrocinadora.

Alexandre também comprometeu R$ 20 milhões em luvas e salários de Felipe Melo. Fora R$ 20 mil a cada partida que o volante disputasse. Algo especial, reservado ao volante.

O volante, afastado da equipe, entrou com uma ação contra o clube, por assédio moral. A queixa é o impedimento de trabalhar junto com seus companheiros de time.

A decisão do afastamento foi de Alexandre Mattos.

29 A bilionária dona da Crefisa continuará a investir no Palmeiras. Mas quer critérios no uso de sua fortuna. Os R$ 115 milhões, para formar o time de 2017, foram desperdiçados. A culpa pela temporada ter sido um fracasso é de Alexandre Mattos...

Mattos também foi quem escolheu Eduardo Baptista como substituto de Cuca, que decidiu não seguir no clube, apesar do título brasileiro. Eduardo Baptista nunca havia sido treinador em uma Libertadores. Alexandre o demitiu e recontratou Cuca. Comprometeu cerca de R$ 10 milhões, fora bônus, com os salários do técnico até dezembro de 2018.

Ao contrário de Baptista, que tinha multa de dois salários, Cuca está protegido. Se for mandado embora, sua multa é receber todo o valor dos seus salários até o final do próximo ano.

O ex-presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, se tornou um crítico contumaz de Alexandre Mattos. Não concorda com sua política. Reafirma para conselheiros que os gastos são desmedidos, exagerados. E que não permite a formação de um time. Reclama do entra e sai de jogadores. E do desprezo total e absoluto aos jogadores da base.

Mustafá é o grande aliado nos bastidores para que Leila cumpra seu sonho de ser presidente palmeirense. Ela precisa cumprir dois mandatos como conselheira. Esse prazo se dará em 2022.

Leila sabe desta aversão de Mustafá.

Mas não deixa que contamine a relação entre os dois.

49 A bilionária dona da Crefisa continuará a investir no Palmeiras. Mas quer critérios no uso de sua fortuna. Os R$ 115 milhões, para formar o time de 2017, foram desperdiçados. A culpa pela temporada ter sido um fracasso é de Alexandre Mattos...

Só que a executiva está decepcionada.

Esperava que 2017 fosse um ano vitorioso.

E com quase toda a certeza, o clube não conseguirá um título.

O único torneio que resta é o Brasileiro.

Ao menos, exige a classificação para a Libertadores de 2018.

Leila é muito ligada no presidente Mauricio Galiotte.

Soube que ele manterá Cuca e Alexandre Mattos.

Só que o dirigente já garantiu à bilionária.

Haverá mais critérios nas contratações para o próximo ano.

Leila não quer de maneira alguma que o Palmeiras fique fraco.

67 A bilionária dona da Crefisa continuará a investir no Palmeiras. Mas quer critérios no uso de sua fortuna. Os R$ 115 milhões, para formar o time de 2017, foram desperdiçados. A culpa pela temporada ter sido um fracasso é de Alexandre Mattos...

Mas se decepcionou muito com jogadores que viriam para ser ídolos.

Ela tem fixação com artilheiros.

Primeiro acreditou em Lucas Barrios.

Foi uma desilusão, constantemente contundido.

E este ano, Borja.

Ela confirma que em 2018, colocará, no mínimo, R$ 80 milhões no clube.

Como patrocínio.

E reservará dinheiro para jogadores importantes.

Mas quer atletas com condições de darem retorno técnico.

Não desilusões, principalmente como Borja.

Embora bilionária, ela não rasga dinheiro.

Quer também que o Palmeiras encaminhe aqueles que fracassaram.

A Crefisa paga salários de Borja, Felipe Melo, Guerra e outros.

Resumo da ópera.

Leila continuará a apoiar e financiar as contratações de Mattos.

Seu planejamento para o futebol.

Só que exige mais critério.

Ela se cansou de ouvir a palavra desperdício.

Enquanto isso, no clube, o executivo perdeu a aura.

Seu trabalho em 2017 foi um fracasso...
 A bilionária dona da Crefisa continuará a investir no Palmeiras. Mas quer critérios no uso de sua fortuna. Os R$ 115 milhões, para formar o time de 2017, foram desperdiçados. A culpa pela temporada ter sido um fracasso é de Alexandre Mattos...

http://r7.com/fe4b