Eram 21 minutos do segundo tempo. A pressão era imensa no estádio do Dragão. O Porto empatava com o humilde Arouca em 1 a 1. A torcida já cobrava, irritada com o frustante futebol. O zagueiro Hugo Basto lançou em direção à frente. O atacante... Continue lendo