Posts de 20 de fevereiro de 2013

“Neymar é um jogador comum na Seleção. Não está preparado para resolver os problemas (do Brasil). No Santos, tem de largar a bola. Jogar para o time. Cobrei o Muricy. É difícil bater de frente com o Neymar.” Pelé compra a briga…

ap1 Neymar é um jogador comum na Seleção. Não está preparado para resolver os problemas (do Brasil). No Santos, tem de largar a bola. Jogar para o time. Cobrei o Muricy. É difícil bater de frente com o Neymar. Pelé compra a briga...
"Pelé calado é um poeta."

A frase foi dita por Romário em 2005.

Era sua irritação por ouvir dele que deveria encerrar a carreira.

A raiva do agora deputado federal se justificava.

Tudo que Pelé diz repercute, tem peso, é levado em consideração.

Por isso, mesmo com 72 anos, ele que se prepare.

Neymar vai dar o troco.

O melhor de todos os tempos resolveu desancar o garoto.

O considera um 'jogador comum' com a camisa da Seleção.

Se cansou de vê-lo sumir nos jogos internacionais.

De o sentir mais preocupado em mudar o visual, o corte de cabelo do que com o Santos.

E ironiza até a sua obsessão por sofrer faltas.

Verdadeiras ou não.

"Ele é um jogador comum na Seleção.

Tudo é visando o Neymar.

Ele é um jogador sem experiência internacional.

É um excelente jogador, mas sem experiência lá fora.

Em todos os jogos fora do País ele não vai bem.

Todos acham que ele tem de resolver os problemas da seleção.

Neymar não está preparado para receber esse peso.

Não vai dar para ele.

Neymar não está preparado para isso.

Ele não joga no exterior, o futebol europeu é diferente do futebol latino.

Nós do Santos falamos que ele é o melhor do mundo, claro.

Mas ele já se preocupa mais em aparecer na mídia do que em jogar para o time.

O Neymar tem muita responsabilidade.

E sua preocupação é mudar o estilo, mudar o corte de cabelo.

O Edinho, meu filho, que está na comissão do Santos, faz os treinos do time.

Ele não dá falta nos treinos e o Neymar fica bravo.

Ele está viciado nas faltas."

Foram estas palavras ditas ao jornal O Estado de S. Paulo.

Os competentes Luiz Antônio Prósperi e Robson Morelli deixaram a redação.

E pegaram Pelé a unha.

Fizeram uma ótima entrevista.

Um raro encontro de duas horas com o homem de 72 anos.

Ele falou muito.

Mas a fantástica mira estava apontada para Pelé.

Ele disse em alto e bom tom o que muitos sussurram.

Chacoalhou Neymar também no clube que consagrou.

Deixa claro que seu ego está prejudicando o Santos.

E fez questão de cobrar Muricy.

"O Santos está perdendo com Neymar em campo.

E chato eu falar isso, mas cobrei o Muricy.

É uma coisa boba, mas a gente que é do futebol percebe.

Todas as faltas, escanteios, pênaltis é com o Neymar.

Cada falta que ele bate, fica fora do jogo um minuto.

(...)

Antes da cirurgia eu falei com o Muricy.

Mas a responsabilidade do Muricy é grande.

É difícil bater de frente com o Neymar.

O Neymar tem de largar mais a bola, jogar para o time."

twitter2 Neymar é um jogador comum na Seleção. Não está preparado para resolver os problemas (do Brasil). No Santos, tem de largar a bola. Jogar para o time. Cobrei o Muricy. É difícil bater de frente com o Neymar. Pelé compra a briga...

Pelé foi mais a fundo.

Não poupou a jovem estrela.

Nem quando foi lembrado que ele é o melhor jogador do Brasil.

"No ano passado e no outro, os melhores jogadores do futebol brasileiro foram estrangeiros.

Um ano foi o Conca e o outro o Montillo.

Não é complicado isso: dois anos ter jogadores estrangeiros como os melhores do Brasil?

Então, estamos nivelando por baixo.

Isso é perigoso."

E Pelé não aposta em sucesso de Neymar em qualquer clube do Exterior.

Não leva em consideração os apenas 21 anos que o atacante possui.

"O problema não é a idade para ir embora.

O problema é ter a condição de chegar lá fora e jogar.

Principalmente para onde ele for.

O jogo é mais duro na Inglaterra, Itália, Alemanha.

Os juízes estão acostumados a deixar o jogo seguir.

O Barcelona seria o ideal para ele.

O Santos precisa dele e por isso acho que ele não deve sair.

Mas se sair deve ir para o Barcelona."

Nunca Neymar foi tão atacado, tão questionado.

Pelé foi fundo com quem já foi até visto como seu sucessor.

Com muita sinceridade, ele demonstrou o quanto Neymar está longe disso.

O classificou como 'jogador comum' na Seleção.

Que se intimida quando uma partida é fora do Brasil.

E deixa claro que não está preparado para toda a cobrança.

Por ter de resolver tudo, principalmente a Copa no Brasil.

Escancara que faz tudo o que quer no Santos.

Muricy não o cobra e permite vários privilégios.

As palavras publicadas hoje vão abalar a Vila Belmiro.

E, principalmente, vão levar o foco para Neymar.

Pelé o deserdou de maneira clara na entrevista.

Haverá repercussão.

A atual estrela santista terá de se posicionar.

Que não escolha o caminho fácil de Romário.

Ironizar, tentar desdenhar Pelé é fácil.

Que ele escolha o caminho da reflexão.

As declarações duras, as cobranças podem aproveitadas.

Desde que digeridas, palavra por palavra, crítica por crítica.

Pelé não falaria tanto sobre Neymar se não o estivesse analisando há muito tempo.

Se presta tanta atenção em alguém é que esse jogador é especial.

Não significa que não tenha defeitos.

Por isso, a importância da entrevista.

Que Neymar e seu staff aproveitem as queixas de Pelé.

E se controlem.

Antes de apenas rebatê-las, que as entenda.

Romário não atendeu o conselho de Pelé.

E seu final de carreira foi muito ruim tecnicamente.

Com a corrida atrás do milésimo gol.

Se parasse quando o 'poeta' sugeriu, teria deixado ainda mais saudade.

Não precisava disso, Romário foi um dos melhores atacantes brasileiros de todos os tempos.

Que Neymar seja mais esperto.

Aproveite muito melhor seu dom, seu talento.

Pense e repense nas palavras de Pelé.

E depois escolha o seu caminho.

A cobrança será gigantesca na Copa do Mundo de 2014.

Gigantesca.

Avisado ele já foi...

reproducaoplacar1 Neymar é um jogador comum na Seleção. Não está preparado para resolver os problemas (do Brasil). No Santos, tem de largar a bola. Jogar para o time. Cobrei o Muricy. É difícil bater de frente com o Neymar. Pelé compra a briga...