Posts de 14 de março de 2011

As forças ocultas que fizeram Muricy Ramalho deixar o Fluminense…Dê a sua versão ao grande mistério do futebol brasileiro…

divulgacao73 1024x857 As forças ocultas que fizeram Muricy Ramalho deixar o Fluminense...Dê a sua versão ao grande mistério do futebol brasileiro...
Não param de chegar comentários...

Inúmeros impublicáveis em relação a Muricy Ramalho.

À sua abrupta saída do Fluminense.

São as mais variadas teses.

Desde Seleção Brasileira.

Medo de desclassificação precoce na Libertadores.

Proposta do Santos.

Descanso proposital para se tornar uma sombra para Mano Menezes.

Simples e pura vergonha na cara, já que o clube campeão do Brasil não tem um CT.

Vamos deixa claro nesta enquete de segunda-feira.

Qual a sua opinião?

Muricy Ramalho saiu do Fluminense por qual motivo?

As críticas que vem recebendo por deixar o clube na mão durante a Libertadores procedem?

O treinador rompeu sua palavra, já que diversas vezes jurou que não era homem de romper contratos?

Que imensa força oculta foi essa?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Finalmente, a credibilidade chegou às últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Um golpe certeiro nas marmeladas…

divulgacao94 Finalmente, a credibilidade chegou às últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Um golpe certeiro nas marmeladas...
O bom senso aportou no bunker que Ricardo Teixeira mandou construir na Barra da Tijuca.

A CBF divulgou que os clássicos ficaram para a última rodada do Campeonato Brasileiro.

Finalmente...

A aposta certeira de Teixeira, já divulgada por antecipação neste blog, é que a torcida vá contra o próprio time.

Uma coisa é a torcida palmeirense jogar água, xingar o seu goleiro por salvar gols do Fluminense.

Outra é ver esses torcedores pulando, exigindo que o time tome gols do Corinthians.

Isso não vai acontecer.

A providência chegou em hora boa e merecida.

Uma medida moralizadora para o Campeonato Brasileiro.

Corinthians x Palmeiras.

São Paulo x Santos.

Internacional x Grêmio.

Cruzeiro x Atlético-MG.

Botafogo x Fluminense.

Vasco x Flamengo.

Há uma possibilidade imensa de entre esses times estar o campeão brasileiro.

E que que se não teve talento para ganhar o título com antecedência, terá de suar sangue.

Ganhar de um inimigo de quintal.

Irmão apenas por parte de pai...

Foi difícil.

Exigiu muita maracutaia.

Vergonha espalhada pelo mundo inteiro.

Jogos que todos sabem que foram entregues mas ninguém pode falar claramente.

Campeões carregando essa mancha preta no troféu recebido.

Finalmente uma grande...

Uma ótima notícia...

Fantástica.

Principalmente para uma palavra que muitos dirigentes, jogadores e torcedores haviam se esquecido do significado...

Credibilidade...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Muricy Ramalho diz não ao Santos. Não quer passar por mercenário. Pretende descansar e espera proposta do exterior…

divulgacao02 Muricy Ramalho diz não ao Santos. Não quer passar por mercenário. Pretende descansar e espera proposta do exterior...
As pessoas que trabalham com Muricy Ramalho juram de pés juntos: ele não vai trabalhar no Santos...

Não agora.

Não nesta Libertadores.

E mais: disseram que ele está revoltado com os boatos de que abandonou o Fluminense por dinheiro.

Para ganhar mais uns tostões na Vila Belmiro.

Mesmo com o interesse do presidente Luís Álvaro...

Nem com a chance de ter Neymar e Ganso obedecendo suas ordens...

Muricy acredita que a hora é de se recolher mesmo.

Ficar sem trabalhar por um tempo.

Ele está muito desgastado emocionalmente.

Irritado.

Desde a sua negativa para a Seleção Brasileira, quando o clube não o liberou.

Nem da multa contratual.

Mas veio o título brasileiro e ele passou a ser tratado com mais respeito ainda.

Foi quando ele cobrou mais forte e publicamente a falta de estrutura do Fluminense.

As contusões dos jogadores...

O péssimo gramado das Laranjeiras...

Tudo isso o desgostou...

E foi bem usado para a sua demissão.

Só que o motivo foi a cobrança violenta que o time e ele passou a ter da nova diretoria.

Vieram jogadores como Souza e Araújo que foram desejo de Celso Barros, não dele.

Com uma visão pragmática em relação ao time, o presidente Peter Siemsen queria resultados.

Os resultados seriam lucro do alto investimento para manter o elenco muito caro.

Muricy colaborou de maneira rápida.

Disse que Belletti não seria usado, não conseguia render o que o time precisava.

E seu salário era muito alto: R$ 300 mil mensais.

O vice Alcides Antunes pertencia à ala política que foi vencida por Siemsen e Celso Barros.

Ele só foi mantido no cargo graças ao seu bom entrosamento com Muricy.

Mas essa ligação sofreu um abalo com os fracos resultados no começo do ano.

Várias notícias vazaram das Laranjeiras e a direção acreditou que Alcides estivesse por trás.

E o demitiu.

Mesmo não se dando tão bem com ele como em 2010, Muricy se sentiu traído com a demissão sumária.

E as suas reclamações quanto à prometida infraestrutura do Fluminense passaram a ser ironizadas.

Vistas como desculpas pelo fraco desempenho do time.

O técnico sentiu que não contava mais com o apoio irrestrito do presidente.

E preferiu sair logo após o Fla-Flu.

Foi liberado da multa.

A diretoria aceitou de pronto a sua decisão de sair.

Por tudo como aconteceu, o técnico não quer passar a idéia que abandonou o Fluminense para ganhar mais no Santos.

E não vai mesmo.

Não quer ser visto como mercenário.

Vai mesmo ficar parado um bom tempo.

Até passar a raiva, a decepção com tudo o que aconteceu com o Fluminense.

Ainda hoje ele classifica como seu maior erro na carreira o fato de ter ido trabalhar no Palmeiras depois da saída do São Paulo.

Ele quer um tempo para colocar a 'cabeça no lugar'.

E sonha com uma proposta do Exterior...

Mesmo tendo Neymar e Ganso ao alcance das mãos...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Luís Fabiano sabe o que ficou devendo no São Paulo: títulos. Ele conseguiu só um Rio-São Paulo e várias decepções…

Agencia Estado234 Luís Fabiano sabe o que ficou devendo no São Paulo: títulos. Ele conseguiu só um Rio São Paulo e várias decepções...
Luis Fabiano tem uma dívida para pagar.

Pelo menos é ele quem faz questão de lembrar, assumir essa responsabilidade.

Seu currículo no São Paulo é de muitos gols, 118, e apenas um título.

Venceu com o clube apenas um torneio Rio-São Paulo, em 2001.

Muito pouco para tanta idolatria.

Para tanto empenho.

Tanto dinheiro gasto.

Ele sabe o sacrifício que o clube fez para conseguir viabilizar R$ 20 milhões ao Sevilla.

E sente na obrigação de retribuir a tudo isso com conquistas.

Foi assim também na Seleção Brasileira na Copa da África.

Ainda mais sucedendo Ronaldo, Adriano.

Luís Fabiano disse ser ele a pessoa mais cruel com ele mesmo.

"Essa pressão me estimula.

Quero fazer parte de times campeões, que conquistam títulos.

São eles que ficam na memória, no coração dos torcedores."

E o atacante foi um dos jogadores mais homenageados neste domingo.

A torcida do Sevilla fez questão de aplaudir o brasileiro de pé, na sua despedida do clube.

Foi antes da partida contra o Barcelona.

Junto com suas filhas Giovana e Gabriela, recebeu todo o carinho de um ídolo.

Com razão, marcou 106 gols com a camisa do Sevilla.

E ajudou em títulos significativos para o clube médio da Espanha.

Copa da Uefa (2006 e 2007), uma Supercopa da Uefa (2006), duas Copas do Rei (2007 e 2010) e uma Supercopa da Espanha (2007).

Os torcedores sabem também que ele continuou bem no clube mesmo com o assédio insistente do Milan por duas temporadas.

Para ganhar tempo, o São Paulo já mandou seu fisioterapeuta para a Espanha.

A ordem é para acelerar o tratamento no jogador.

Ele só deve se apresentar no Morumbi no dia 30 de março.

O departamento de marketing se movimenta para buscar recursos para aumentar o salário do atleta.

Ele aceitou vir jogar no São Paulo recebendo o mínimo de R$ 200 mil.

Mas apostando que o marketing conseguirá pelo menos o dobro em forma de patrocinadores.

O atacante abriu mão de cerca de R$ 11 milhões que teria a receber até o final do seu contrato com os espanhóis.

O São Paulo lançará novas promoções para os sócios-torcedores usando o atacante como a grande estrela do projeto.

E grande parte do arrecadado irá diretamente para o bolso do jogador.

Portanto, sua maior preocupação ficará com o que se acha em dívida com o São Paulo.

Com as conquistas, os títulos.

Ele não se esquece também que alguns poucos torcedores o vaiaram quando foi vendido ao Porto.

Foi logo depois da eliminação do clube na Libertadores diante do Once Caldas.

Esse tipo de lembrança também é um estimulante secreto para Luís Fabiano...

"Adoro jogar com raiva. É quando rendo mais".

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7