Posts de 24 de novembro de 2009

Dorival Júnior e Joel Santana. Grêmio e Vasco de prontidão…

cesar menotti e fabiano Dorival Júnior e Joel Santana. Grêmio e Vasco de prontidão... 

Correria de empresários no Rio e em Porto Alegre.

Os telefonemas não param.

A diretoria do Grêmio não se conformou com a recusa de Adílson Baptista para dirigir o time em 2010.

A renovação do treinador com o Cruzeiro deixou os dirigentes gaúchos com um só foco: Dorival Júnior.

No Olímpico não é segredo que está mais do que travada a renovação de Dorival com o Vasco.

O motivo vai além da alto pedido para continuar no clube.

Para constar, ele ganha pelo atual contrato R$ 280 mil mensais.

Conselheiros ligados ao presidente Dinamite insistem que o empresário do treinador, Carlos Leite, teria falado em R$ 450 mil mensais.

E lembrou a sua fidelidade ao clube.

Quando Luxemburgo foi mandado embora do Palmeiras, Dorival teve convite para trabalhar no Palestra Itália e disse não.

Os salários oferecidos pela Traffic ficavam perto dos R$ 450 mil.

Além do dinheiro, Dorival cobrou com  Dinamite : quer condições de trabalho.

O treinador se cansou de não ter um Centro de Treinamento.

Está farto dos deslocamentos, das distâncias, em ter de liberar os atletas para almoçar longe dos campos de treinos.

Dorival foi claro com Dinamite.

Disse que Série A é muito diferente da B e que o clube precisa de reforços e se reestruturar.

O Vasco tem sérias dívidas. perto de R$ 300 milhões, e não poderá montar um elenco dos sonhos.

No Grêmio há elenco, CT.

Só falta um treinador.

A diretoria não quer de maneira alguma confirmar Marcelo Rospide como treinador principal.

Apesar de os jogadores o adorarem e ele conseguir ótimos resultados com o time.

Já havia sido assim quando da chegada de Paulo Autuori.

Os dirigentes parecem fascinados pelos nomes, pelos currículos e não dão chance ao leal Rospide.

Os contatos com o empresário Carlos Leite  já foram feitos.

Dorival ainda vai tentar conversar novamente com Dinamite.

Os gremistas querem logo a definição.

Por via das dúvidas, amigos de Dinamite já conversaram extraoficialmente com Joel Santana.

O sondaram.

Joel continua sem clube e muito disposto a trabalhar, desde que foi dispensado da África do Sul.

E não vai pedir nenhum absurdo ao clube que tem grande ligação afetiva.

A possibilidade de contar com Joel Santana já chegou até Roberto Dinamite.

Ele está encantado com o trabalho de Dorival Júnior, mas sabe que não poderá fazer tudo o que ele pediu.

No futebol tudo muda a cada minuto.

O quadro atual indica que Dorival está mais perto do Grêmio do que o Vasco.

E que Joel Santana pode ir tirando do armário sua velha prancheta.

O caminho de São Januário ele já conhece de cor...

Veja mais:

+ Critérios de desempate derrubam o líder São Paulo

+ “Conseguimos trazer a torcida para o lado da seleção”, comemora o técnico Dunga

+ Conheça todos os blogueiros do R7

Torcidas do Flamengo levarão travestis para Ronaldo no domingo…

travestis filipinos1 Torcidas do Flamengo levarão travestis para Ronaldo no domingo...

A torcida do Flamengo não esqueceu Ronaldo.

E ainda não o perdoou.

No primeiro turno do Brasileiro, no Maracanã, 100 travestis iriam formar uma facção só para ele.

Seria os Ronaldetes.

A intenção era ironizar o famoso episódio com o atacante envolvendo três travestis em 2008.

Ronaldo escapou do vexame porque fraturou a mão e fez sua lipoaspiração.

Só que para a partida de domingo, em Campinas, não há como escapar.

Terá de enfrentar os torcedores do time que se diz apaixonado, mas o trocou pelo Corinthians.

Além de faixas ironizando Ronaldo, as torcidas estão procurando travestis para ir até Campinas saudar Ronaldo.

A Polícia Militar paulista que cuidará da segurança da partida já está avisada.

E evitará exageros dos torcedores travestidos de mulheres.

Mas Ronaldetes não serão proibidas de entrarem no estádio Brinco da Princesa em Campinas neste domingo...

Quem tem saudade dos rugidos de Leão?

emerson leao1 Quem tem saudade dos rugidos de Leão?

As confusões...

As brigas com jogadores importantes...

As greves de silêncio...

Os prazos de validade...

As demissões...

As rescisões milionárias...

Os gritos com os árbitros...

Tudo diminuiu.

Desde que Leão saiu do cenário do futebol brasileiro.

O polêmico treinador jurou que iria deixar de ser treinador quando completasse 60 anos.

Ele tem seis décadas.

Em 2009 ele foi demitido do Atlético Mineiro depois da derrota por 5 a 0 na final do Mineiro.

E do Sport.

Depois de várias derrotas.

Leão teve um problema particular e não trabalhou mais como técnico.

Recusou proposta da Portuguesa.

E só.

Leão teve uma carreira brilhante como goleiro.

Foi um dos melhores da história do País.

Disputou quatro Copas do Mundo.

Foi injustiçado em 1982.

Sua personalidade forte, a prepotência lhe fechou mais portas do que abriu.

De pais militares, ele confundia a hierarquia militar com a vida no clube.

Para o futebol começou no Comercial de Ribeirão Preto, mas fez a vida e fama no Palmeiras como goleiro.

Jogou pelo Vasco, Grêmio, Corinthians e Sport.

"Ele fez o nosso time campeão, defendendo até pensamento.

Mas ele era patronal, reacionário, acreditava que a ditadura estava certa.

Nosso grupo o mandou embora", relembra Sócrates ao falar da saída de Leão do Corinthians na época da Democracia Corintiana.

Leão foi apontado como o mentor do Manifesto de Glasgow, quando a Seleção Brasileira entrou em greve de silêncio com os jornalistas.

Vaidoso, fez propaganda de cuecas.

Como treinador, apelou muito para a greve do silêncio quando o seu time perdia muito e era criticado.

Mas a greve era estranha.

Os jogadores não podiam falar.

Quem dava entrevista era apenas Leão.

E sempre negava que estava por trás das greves.

Era engraçado, teatral.

Leão chegou a ser treinador da Seleção Brasileira.

De triste passagem.

Ele é apontado como o autor intelectual da troca mais bizarra do futebol brasileiro: Neto foi para o Corinthians e Ribamar para o Palmeiras.

"E o Leão ainda posou de esperto. Eu achei ótimo. Além de ir para o Corinthians e entrar para a história, me livrei dele", gosta de repetir Neto ao falar sobre a troca.

Leão conseguiu títulos importantes. Foi campeão com o Santos de Robinho, Diego, Elano, Paulo Almeida. Jogadores que caíram no seu colo. E lhe deram a fama de descobridor de novos talentos.

"Quem lançou o Robinho e os outros fui eu e a quem colheu o fruto foi o Leão", brinca Celso Roth.

Ganhou o discutido Brasileiro de 1987 com o Sport.

Nos últimos anos, os títulos minguaram e ficou mais falado pelas inúmeras brigas.

Das várias batalhas que travou com jogadores que comandou, três repercutem até hoje.

A com Neto, com Tevez e a mostrada ao vivo, com Carlos Alberto.

Apreciador de obras de artes, casado com uma psicóloga, duas filhas.

Leão jurou que aos 60 anos iria parar de trabalhar como treinador e iria assumir um cargo de direção de algum clube.

Ninguém sabe se foi promessa ou ameaça.

Mas o futebol brasileiro está muito mais calmo, mais racional sem o polêmico Emerson Leão...