Dorival Júnior não dá jeito no São Paulo @100917@ Não é o ano de Dorival Júnior

Dorival Júnior: vice-lanterna

Demitido pelo Santos no começo de junho, depois de quase dois anos à frente da equipe que foi vice-campeã da Copa do Brasil em 2015 e do Brasileirão em 2016, o técnico Dorival Júnior está penando no São Paulo desde que substituiu Rogério Ceni em julho.

Depois de perder três e vencer apenas um jogo com o Santos nas rodadas iniciais do Brasileirão, assumiu o comando do São Paulo na 13ª rodada, com o time já instalado na zona de rebaixamento.

Ceni tinha vencido três jogos, empatado dois e perdido seis, somando 11 pontos ou 33.3% dos 33 que disputou. O São Paulo saiu da 11ª rodada em 17º lugar no Brasileirão.

Na 12ª rodada, comandado pelo interino Pintado, perdeu mais uma. Por ironia, perdeu para o Santos que tinha sido de Dorival por 3 a 2, resultado mais do que normal na Vila Belmiro, e caiu para o 19º lugar, posição em que está hoje depois do 2 a 2 de ontem com a Ponte Preta no Morumbi.

Dorival estreou na rodada seguinte, com um frustrante 2 a 2 em casa com o Atlético Goianiense, mas, ajudado pela combinação de resultados dos adversários, o São Paulo voltou ao 17º lugar, quase na porta de saída do G4.

Quaisquer que sejam os resultados deste domingo, o São Paulo sairá da 23ª rodada novamente na vice-lanterna, embora seja ligeiramente superior em relação ao antecessor o aproveitamento de Dorival Júnior nos 11 jogos em que comandou o time – três vitórias, quatro empates e quatro derrotas, 13 pontos no total, equivalentes a 39.4% dos 33 disputados.

Que importância tem a ligeira melhora?

Nenhuma. O São Paulo está em pior situação no Brasileirão do que estava ao despedir Rogério Ceni.

2017 não é o ano de Dorival Júnior. Para salvá-lo, só salvando o São Paulo da Segundona em 2018, o que está ficando cada vez mais complicado.

Pode parecer pouco, mas é tudo o que os são-paulinos querem a esta altura do Brasilerão.

Bem acostumada em outros tempos, a torcida tricolor vem sofrendo nas últimas temporadas, como já indicava um post publicado neste Benebol em 10 de setembro de 2015:

– Professor, por que o São Paulo jogou tão mal?

– Ausência de jogadores de qualidade.

O diálogo entre um repórter e o treinador Juan Carlos Osorio se deu em seguida ao Santos 3 x 0 São Paulo pela 24ª rodada.

Falta alguém perguntar a Dorival por que o São Paulo continua tão mal.

http://r7.com/Png0