Gabriel Jesus faz dois contra o Chile 1010171 e1507685901707 Brasil joga a sério e tira o Chile da Copa do Mundo

Gabriel Jesus: com dois gols nos 3 a 0 sobre o Chile, é o artilheiro do Brasil

Até que os chilenos deram trabalho ao Brasil, principalmente no primeiro tempo, mas saíram do Allianz Parque derrotados por 3 a 0 e fora da Copa na Rússia.

Os brasileiros jogaram mais, ficaram muito mais tempo com a bola nos 45 minutos muito pegados, criaram mais e melhores chances de gol, trocaram mais passes, sempre com mais acerto, e até fizeram mais faltas e levaram os dois cartões amarelos – para Philippe Coutinho e Neymar.

Antes de ir para o vestiário, o capitão Marquinhos fez questão de reclamar com o árbitro equatoriano Roddy Zambrano Olmedo.

Apesar da superioridade brasileira, o jogo virou em 0 a 0.

No segundo tempo, logo aos sete minutos, o juiz mostrou o amarelo para Alexis Sánchez.

Dois minutos depois, Paulinho fez 1 a 0 para o Brasil, aproveitando o rebote do goleirão Claudio Bravo numa falta cobrada com muito veneno por Daniel Alves.

Quebrado o encanto, os chilenos se entregaram. Mais dois minutos e o Brasil fez 2 a 0, gol de Gabriel Jesus depois de receber, livre na área, um presente de Neymar.

Se as coisas não mudarem até o fim, são três os artilheiros da Seleção nas Eliminatórias, todos com seis gols – Paulinho, Gabriel Jesus e Neymar.

Eis um bom retrato do time armado por Tite. Forte, combativo, quase sempre inspirado, sempre solidário.

Empurrados temporariamente para o quinto lugar das Eliminatórias Sul-Americanas e, portanto, para a repescagem, os chilenos perderam o pudor mostrado em boa parte do primeiro tempo e passaram a abusar das faltas, a maioria em Neymar.

Já tinham se acalmado um pouco quando o Peru, que perdia em casa para a Colômbia, conseguiu chegar ao empate e lhes tomou o quinto lugar. Os peruanos vão tentar na repescagem com a Nova Zelândia a vaga na Copa.

Em São Paulo, os chilenos acabaram conseguindo o 2 a 2 – nos cartões amarelos! Aos 23, depois de entrar duro em Philippe Coutinho, Islas recebeu o seu.

Na bola, tudo acabou  em 3 a 0.

As coisas mudaram já nos descontos: em contra-ataque fulminante, que pegou até o goleiro Bravo na área do Brasil, Gabriel fez mais um, entrando com bola e tudo no gol chileno.

Com sete gols, o garoto criado no Palmeiras saiu do Allianz Parque como o artilheiro do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas.

O Chile fecha  a campanha em sexto lugar. Fora da Copa, portanto, para frustração da presidente Michelle Bachelet, que veio ver o jogo.

Farão companhia ao pentacampeão Brasil em campos russos os bicampeões Uruguai (que venceu a Bolívia por 4 a 2 em Montevidéu) e Argentina (que venceu o Equador em Quito por 3 a 1, com gols de Lionel Messi), e a Colômbia, que garantiu sua sexta participação numa Copa ao empatar com o Peru em Lima por 1 a 1.

http://r7.com/TWI4