Fábio Carille e Jô @101017@ 2 204x300 Agora quem dá bola é o Corinthians

Carille conta com Jô contra o Coritiba (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Nem bem a bola parou de rolar nas Eliminatórias que deixaram os brasileiros ultra confiantes numa boa performance nos campos russos em junho e julho do ano que vem, estamos de volta ao Brasileirão, que recomeça na noite desta quarta-feira com seis jogos, dos quais merece especial destaque o Corinthians x Coritiba das 21 horas.

Campeão prematuro desse ano, pelo menos na opinião de palpiteiros como o que assina este blog, o Corinthians de Fábio Carille fechou o turno em primeiríssimo lugar, invicto, com 82.4% de aproveitamento, oito pontos à frente do vice-líder Grêmio e já contando com o caneco do Brasileirão de 2017 em sua sala de troféus.

As coisas mudaram, embora a diferença para o vice-líder, que agora é o Santos, se mantenha nos oito pontos.

No returno, o Corinthians já perdeu três vezes, é o 15º colocado, com oito pontos ganhos em sete rodadas, aproveitamento de apenas 38.1%, inferior ao do Sport e do Avaí em todo o campeonato e, portanto, na faixa de rebaixamento.

O que importa, no entanto, são os resultados totais das 26 rodadas disputadas até aqui, que ainda dão ao Corinthians, atualmente com 55 pontos, amplo favoritismo na corrida final pelo título.

Nas três últimas rodadas, depois de três derrotas consecutivas, o time venceu o Vasco no Itaquerão e empatou com o São Paulo no Morumbi e com o Cruzeiro no Mineirão, ensaiando uma reação que os corintianos esperam concretizar logo mais contra o vice-lanterna Coritiba.

Quando tiver terminado o primeiro tempo no Itaquerão, estará começando Grêmio x Cruzeiro em Porto Alegre.

Agora em terceiro lugar, com 46 pontos, os gaúchos ganharão um gás extra nesta 27ª rodada se vencerem em Porto Alegre e o Corinthians mais uma vez tropeçar mais uma vez em São Paulo.

De longe, o Santos, que amanhã visitará a Ponte Preta em Campinas, torce pela desgraça dos dois.

Mas a bola está com o Corinthians. Bem diz Fábio Carille, que voltará a contar com o artilheiro Jô, mas não terá Fagner, Gabriel e Romero, suspensos:

- É um segundo turno anormal, muito abaixo de nossas possibilidades, mas, mesmo assim, a gente mantém os oito pontos de quando virou o turno. As equipes teriam de ter encostado, mas não aconteceu. Serve de alerta, temos de voltar a jogar bem. Nossa vantagem é considerável. Não tem como fugir disso e nem falar que o Corinthians é é campeão. Não é.

http://r7.com/dXNS