O presente Olímpico do esporte brasileiro no dia de natal

arthur zanetti1 O presente Olímpico do esporte brasileiro no dia de natal

Foto: AFP

Faltam 1318 dias para os Jogos do Rio 2016. A nossa Olimpíada começa no dia 5 de agosto.

2012 foi um bom ano?

Olhando para o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a resposta é sim.

17 medalhas, o recorde até aqui.

Mas em ouros, ficamos atrás de Atenas 2004 . Lá foram 5 ouros contra 3 de Londres 2012.

Mas olhando no que foi investido a partir de 2010, chegamos a conclusão que poderia ser melhor. Bem melhor.

2012 trouxe a primeira medalha de ouro da mulher brasileira no judô com Sarah Menezes.

Trouxe também a primeira medalha da ginástica e de ouro. Arthur Zanetti venceu uma competição duríssima, num local de sonho que é a imensa Arena O2, local dos grandes shows na Europa.

Agora é trabalhar com os atletas de alto nível visando os Jogos daqui.

Intercâmbio, eventos internacionais e grandes confrontos.

Alguns vão se readaptar, como Robert Scheidt, que volta a classe Laser da vela, já que a Star deixou a Olimpíada.

Outros como Diego Hypolito, bicampeão mundial no solo, vai para sua última chance olímpica.

O vôlei é um capitulo a parte nessa história.

O feminino conquistou o bi campeonato olímpico em Londres. O masculino vacilou na final e ficou com a prata.

Na praia, Juliana e Larissa foram bronze enquanto Alison e Emanuel foram para a final e pegaram prata.

Um ouro, duas pratas e um bronze foi o excelente resultado do vôlei.

Poderia ser melhor? Claro que sim.

Mas subiu ao pódio em todas as categorias e isso dá um alento para o Rio 2016. Afinal, chegou lá.

A nossa torcida é que todos os esportes trabalhem bem e consigam crescer.

O vôlei só precisa se manter.

E um feliz 2013.

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!

+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7